No domingo, primeiro de maio, a FOLHA PATRULHENSE completou 43 anos de existência.
Surgida em 1979 por iniciativa de um grupo de patrulhenses liderado pelo advogado Affonso Penna Kury, o Jornal chegou para preencher uma lacuna na comunidade que carecia de um veículo da Imprensa Escrita.
Kury presidiu o Jornal por pouco tempo, porque em seguida, foi adquirido pelo empresário Moacir Oliveira Menezes, que criou o Grupo 2M, composto, além da Folha Patrulhense, pelos jornais diários Jornal de Gravataí e Folha de Cachoeirinha, possuindo, inclusive, gráfica própria em Gravataí, onde nossos três jornais são impressos, bem como publicações de terceiros.
Impresso inicialmente em Zero Hora, a Folha depois passou a ser rodada em Lajeado para alguns anos depois passar a ter sua própria gráfica.
Ao longo destas mais de quatro décadas, a Folha sempre se preocupou em bem informar a sua comunidade.
Hoje a Folhinha, como tem sido carinhosamente chamada, é um veículo que faz parte do dia a dia da comunidade, relatando os principais fatos porque aqui estamos para ajudarmos a escrever a nossa própria história!
Parabéns aos nossos colaboradores, anunciantes e à você, caro leitor, razão principal de nossa presença semanal em sua casa, ou em seu local de trabalho!
E vamos em frente porque logo ali começa a surgir o nosso 44º ano e a Notícia não para e não faz feriado!

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade