Pré-candidato à Assembleia Legislativa Samuel Santos visita a Folha Patrulhense

Tendo como bandeiras de campanha Agricultura Familiar, Agroecologia, desenvolvimento sustentável das comunidades rurais e do litoral, Educação pública e gratuita com ênfase nas escolas do campo afirmando a pedagogia da alternância, organização das trabalhadoras e trabalhadores e assalariados nos ramos do sindicalismo, cooperativismo e economia solidária, o pré-candidato do PT à Assembleia Legislativa Samuel Santos, presidente licenciado do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, esteve na redação da Folha Patrulhense para falar sobre sua decisão em concorrer nas eleições deste ano.
A DECISÃO
Samuel afirma que sua decisão em concorrer depois que o movimento sindical, os sindicatos e a FETAG o chamaram para uma conversa colocando a proposta de sua candidatura, tendo ele decidido o que define como projeto político e pedagógico por entender que são duas situações de que não abre mão, para que se possa construir um caminho com a sociedade para formação política. Ele tem o apoio de nove sindicatos do Litoral Norte para esta jornada a que se propôs.
O DESENVOLVIMENTO
A respeito do momento em que o município vive, de desenvolvimento, inclusive no ramo imobiliário e da tão sonhada duplicação da ERS-030, afirma Samuel que nunca teve dúvidas de que, quando Josélia Fraga e Jacira Santos se candidataram viu que surgiu uma grande oportunidade de renovação não só pela juventude de ambas, como pela oportunidade de renovação de ideias, porém com a eleição de Rodrigo Massulo e Marcelo Gaúcho vê que está acontecendo a possibilidade de renovar a prática do município. “A própria Câmara de Vereadores teve uma renovação fantástica em conteúdo e qualidade”.
CICLOS
Samuel Santos citou também o que considera como ciclos, como a chegada da Agasa e seu funcionamento, bem como a queda daquela empresa e o surgimento de um novo ciclo.
No ensino, a chegada da Furg e do Polo Universitário também representaram o fim de um ciclo e surgimento de outro. “Tudo isso tem muito a ver com estes fatores de mudanças e quem ganha com tudo isso é a sociedade patrulhense”, finalizou o pré-candidato do PT à Assembleia Legislativa Samuel Santos.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade