Um gesto que se pode classificar como de reconhecimento e grandeza ocorreu na semana passada, quando a familiar de um paciente foi ao Hospital de Santo Antônio da Patrulha da Santa Casa de Misericórdia para manifestar pessoalmente seu reconhecimento e, ao mesmo tempo, realizar a doação de mantimentos para aquela Casa de Saúde.
Loiva Teresinha Rosa, sensibilizada, agradeceu o atendimento prestado ao seu pai no período em que permaneceu internado, cerca de doze a quinze dias, acometido de grave doença que, como afirma, toda a família já sabia que seria de difícil recuperação.
SENTIMENTO HUMANITÁRIO
“Existe uma visão às vezes muito crítica e negativa em relação ao hospital de Santo Antônio da Patrulha, mas quando aqui chegamos nos deparamos com um quadro bem diferente. Pode haver dificuldades, mas existe um sentimento humanitário muito grande, que pudemos comprovar, não só quanto ao atendimento de nosso pai, mas também em relação aos demais pacientes”, afirma Loiva, destacando que todos os funcionários são muito afetuosos e carinhosos para diminuir o sofrimento dos internados.
Dona Loiva lembra que antes mesmo da internação, tão logo chegaram ao hospital, o próprio guarda já se prontificou a oferecer uma cadeira de rodas para o primeiro atendimento ao paciente. Ela também aproveitou para deixar um recado à população local: “valorizem o hospital que a comunidade possui. Vejam de perto o que todos estão fazendo visitando aquela casa de saúde”.
Em seu gesto de gratidão, Loiva doou 22 cobertores e outros mantimentos para serem utilizados na assistência aos pacientes.
IMPORTÂNCIA DO RECONHECIMENTO
Ao agradecer a manifestação de carinho e reconhecimento, a Coordenadora técnica administrativa Fernanda Airoldi afirma: “para nós, este ato de doação é um reconhecimento muito importante. É o nosso trabalho, não fizemos mais do que cumprir com nossa obrigação. Estamos na constante busca pelo melhor atendimento, humanitário, tanto para pacientes como também para os familiares. Este gesto de doação é importante porque está aumentando o número de internações diariamente e os materiais se degradam pelo uso, terminam estragando devido à sua constante utilização e higienização. Por isto, receber doações como esta é importante, porque cobertores são sempre muito úteis”.
Fernanda destaca que ter o reconhecimento de familiares de pacientes de outros municípios, neste caso de Glorinha, que não possui hospital, também é importante. Mesmo com a opção de levar o pai para Gravataí, a família decidiu trazê-lo para cá, uma tomada de decisão que sensibiliza o hospital de Santo Antônio da Patrulha”.
MELHORIA CONTÍNUA
A Coordenadora técnica afirma que o hospital está sempre buscando melhorar, tanto na organização interna como na qualificação das equipes. E há também a questão dos atendimentos prioritários, que seguem um padrão obedecido em todo o mundo. “Quando houver problemas, procure a administração, porque estamos sempre de portas abertas, prontos para esclarecer todas as possíveis dúvidas”, conclui Fernanda.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade