"A culpa não é do comércio", afirma Massulo ao defender cogestão | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

“A culpa não é do comércio”, afirma Massulo ao defender cogestão

“A culpa não é do comércio”, afirma Massulo ao defender cogestão

Dizendo de sua preocupação para com a saúde da população o prefeito Massulo salientou: “Quero manifestar a minha posição pessoal, como prefeito e como cidadão, dizendo que o vírus realmente tomou proporções inéditas (ainda se investigam os motivos, se seria por variantes ou não). Portanto, a pandemia está cada vez mais presente e nós precisamos tomar todos os cuidados, pelo bem das nossas vidas e dos que convivem com todos nós. Mas sou absolutamente favorável à cogestão porque entendo que o comércio não é o culpado desse aumento. Espero que nosso representante estadual, junto com a FAMURS, chegue à melhor decisão sobre a questão da cogestão. Vidas em primeiro lugar, mas a preservação dos empregos também é fundamental. E acredito no equilíbrio entre a preservação das vidas e dos empregos”, acrescentou.

VACINA

Referindo-se à vacina Massulo disse ser uma realidade, que “embora ainda lenta, não resolve de imediato os problemas. Pelo contrário, precisamos nos cuidar cada vez mais para que novas variantes não estraguem a possível imunização que as doses nos dão. Importante salientar também que não são os prefeitos nem os secretários de saúde que escolhem quem vai ser vacinado. Municípios precisam seguir rigorosamente a listagem dos prioritários. E aqui na nossa cidade tudo está sendo cumprido à risca. Por iniciativa nossa, o Ministério Público recebe nome e ocupação de quem é imunizado.
Que Deus nos abençoe! Que possamos seguir nos cuidando, e que imagens como as que vimos no Carnaval em algumas praias não se repitam. Afinal de contas, a responsabilidade de tudo isso é de cada um de nós!”