Zaffalon apresenta investimentos para os próximos anos

Plano foi apresentado a jornalistas da região durante café na manhã de sexta-feira (30/7), na sede da Acigra

Na manhã da última sexta-feira (30/7), em um café com jornalistas da região, o prefeito de Gravataí, Luiz Zaffalon, detalhou à imprensa os investimentos que serão realizados na cidade nos próximos três anos e meio. Após a aprovação da reforma da previdência, chamada de a reforma das reformas pelo prefeito, o caixa da prefeitura contará com cerca de R$ 280 milhões em caixa (no total, até o final da atual gestão). O valor será revestido em investimentos nas mais diversas áreas do município. “O problema agora não é falta de dinheiro, mas em como o governo vai conseguir investir R$ 280 milhões em três anos e meio”, afirmou Zaffalon durante o encontro realizado na sede da Acigra.

Na ocasião, o prefeito destacou a aprovação do Plano Plurianual (PPA), em sessão realizada na última terça (27/7) na Câmara. O texto, que contou com 15 votos favoráveis e seis contrários, permitirá investimentos e manutenção dos serviços públicos na ordem de R$ 4,2 bi para o período 2021-2025. O PPA é dividido em três eixos (governança e gestão; desenvolvimento econômico sustentável; e desenvolvimento social) orientadores; contempla 21 projetos e 217 ações para os próximos anos.

Para tirar tudo do papel, o prefeito informou a contratação de duas empresas para realização de projetos, bem como a aquisição de um software voltado para a gestão do PPA. Uma equipe, que será abrigada em um espaço específico dentro da Prefeitura, está sendo formada para trabalhar apenas neste assunto: os investimentos descritos no PPA.

Sobre as dificuldades para investir, o prefeito relatou como exemplo, os passos a serem realizados para a duplicação da ERS-030, entre a Pirelli e Avenida Acimar: após ter a municipalização do trecho aprovado pela Câmara de Vereadores (etapa já concluída), é necessário protocolar pedido junto ao Daer (em andamento), que após aprovar, precisa ser levado para votação na Assembleia Legislativa. Paralelo a isso, o projeto executivo tem que ser elaborado, bem como editais publicados. “São 15, 20 passos, para uma ação”, ressaltou Zaffalon.

No encontro, o prefeito também falou sobre transporte coletivo e a necessidade de se debater o assunto para o ano que vem (para este ano, o governo realizou um aporte de R$ 5 milhões para subsidiar o transporte municipal); da necessidade de elaboração de um novo plano diretor, da assinatura de novo contrato com a Corsan, da construção de um Centro Administrativo sustentável e moderno no Distrito Industrial; da criação de um novo Distrito Industrial próximo a GM, na ERS-030, bem como de uma incubadora de startups no Prado Bairro-Cidade. “Queremos criar um ambiente, em Gravataí, para ajudar essa gente a crescer”, destacou.

Presente também no encontro, o secretário de saúde, Régis Fonseca Alves, apresentou dados que mostram queda de contaminação e de mortes por Covid-19 na cidade; vacinação da população de Gravataí – 200 mil gravataienses já tomaram ao menos uma dose da vacina. Devido a esses dados, e com recuo do vírus, Régis também informou o encerramento do Hospital de Campanha (que tem um custo de R$ 15 milhões/ano) no próximo dia 27 de agosto, o que vai possibilitar o início das obras da nova emergência do Hospital Dom João Becker.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade