Relativamente às críticas feitas pelos vereadores da bancada do MDB na Câmara, a Secretaria Municipal da Saúde assim se manifestou. As explicações são dos secretários Toninho Selistre (em férias) e Denis Rocha (interino).
LOCALIZAÇÃO DO SENTINELA
A medida de troca de local do Sentinela, para um local com uma área menor, foi avaliada considerando o momento em que vivíamos, ou seja, baixa demanda de atendimentos e casos com sintomas não agravados, que poderiam, inclusive, ser atendidos nas unidades de saúde.
A nova onda aumentou os casos em todo o mundo, sobrecarregando o sistema de saúde, aqui não foi diferente.
Nossas decisões são baseadas em avaliações técnicas, que muitas vezes conflitam com as falas políticas, mas sempre buscando a segurança e o melhor atendimento da população. Há que se considerar ainda, que a melhor localização do Sentinela e a disponibilidade de mais exames, inclusive com recursos do próprio município, provoca uma maior demanda.
Só mudamos de estrutura física, porque estamos mantendo diariamente dois médicos e equipe de enfermagem, como tínhamos no antigo endereço do Sentinela. Não alteramos nossa capacidade de atendimento e, além disso, para dar apoio a Unidade Sentinela, as Unidades de Saúde, exceto o Posto de Saúde Central estão atendendo pacientes com síndrome gripal, ou seja, suspeitos de Covid-19, no turno da manhã. Nesse atendimento nas Unidades, já é realizado o teste de Antígeno (resultado em cerca de 15min), juntamente com atendimento de enfermagem e médico.
Decisão de levar para os postos de saúde dos bairros e do interior, o atendimento de pessoas com sintomas da Covid, reduzindo o acesso a serviços relacionados a outras doenças.
A estratégia de levar a população cadastrada para atendimento nas respectivas unidades de saúde das localidades em que residem, foi cuidadosamente pensada para evitar maior acúmulo de atendimentos no Sentinela e também para dar resolutividade às demandas, inclusive com testagem. Para tanto, foi definido o turno da manhã com dedicação exclusiva para o atendimento de síndromes gripais e suspeita de Covid-19.
Quanto ao acesso aos atendimentos eletivos, a população tem o turno da tarde. Não podemos esquecer que quando assumimos, esses atendimentos haviam sido totalmente suspensos em função do momento pandêmico e que hoje, está havendo um esforço grande da Secretaria da Saúde para mantê-los, apesar da falta de profissionais que também estão sendo atingidos pela Covid.
Vereadores não ouvidos sobre a mudança do Sentinela
As decisões administrativas para melhorias de serviços não necessitam de consultas ao legislativo.
LOCALIZAÇÃO DO CAPS E DO AMENT NO ENDEREÇO ONDE FUNCIONAVA O SENTINELA
Quando assumimos, o Sentinela funcionava em um prédio amplo, porém, sem nenhum tipo de climatização. Instalamos ar condicionado em alguns pontos estratégicos para possibilitar conforto aos trabalhadores da Saúde, especialmente neste período de temperaturas elevadas. Pelos motivos já apontados, realocamos a estrutura de atendimento para outro endereço.
Já a casa em que funcionava o AMENT era pequena, e possuía uma única peça climatizada. No CAPS, não havia consultórios suficientes para os profissionais nem espaços adequados para às oficinas. Os agendamentos na saúde mental tinham espera de até um ano.
Diante desse quadro, trouxemos ambos os serviços para um espaço mais qualificado, com maior número de consultórios, buscando soluções para os problemas estruturais. Planejamos dentro de um ano ter espaços eficientes e dignos aos usuários e trabalhadores. E foi o que fizemos.
Acreditamos que estamos próximos de um novo momento, devido à coragem nas mudanças, melhoraremos o atendimento.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade