Legitimidade em dúvida e representatividade insignificante!

Os 57 votos que escolheram o pré-candidato Gabriel Souza no último domingo (27) representam apenas 7,8% do total dos 709 delegados a Convenção Estadual, único fórum legítimo, previsto no Estatuto do partido para a escolha do candidato a governador.

Além disso, representam insignificantes 3,5% do quórum previsto na Resolução 02/2021, construída pelo então presidente Alceu Moreira e secretário-geral Gabriel Souza, com respaldo da Bancada pró Leite, para a pré-convenção de 19 de fevereiro de 2022.

A escolha infringe o Estatuto no Parágrafo I do Art. 4º, no que diz respeito à democracia interna do partido; no Art. 78, ao ATROPELAR as competências da Convenção Estadual; e no Art. 111, que restringe as atribuições do Diretório Estadual à CONVOCAÇÃO de eleições prévias, sem previsão legal para que esse colegiado decida, de forma exclusiva, o futuro do partido.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade