Historiadora fala sobre a origem da Escola Gregória de Mendonça

Com o lançamento na semana que passou (03), da programação alusiva às Bodas de Jequitibá (cem anos) da Escola Estadual Professora Gregória de Mendonça e dos editais do concurso alusivo à data, cujo edital pode ser conferido nas redes sociais do Colégio, um deles sobre o Hino do Centenário do Colégio e o outro, de redações intituladas “Memórias Afetivas Vivenciadas na Escola, o colégio se prepara para a grande comemoração que terá programação ao longo do ano de 2022 conforme a FOLHA PATRULHENSE publicou na semana passada.
HISTÓRIA
Para que o leitor saiba um pouco da história, vamos divulgar hoje um texto da professora e historiadora Rosane Azeredo:
“Segundo a historiadora Véra Lucia Maciel Barroso, “Até a década de 1920, a educação das primeiras letras em Santo Antônio da Patrulha era ministrada pelas famílias ou nas casas dos professores…” Mas com o tempo houve a necessidade da criação de uma escola pública, na época chamadas de Grupos Escolares. Quando era intendente (Hoje, cargo de prefeito) o Coronel Paulo Maciel de Moraes e Presidente do Estado (Hoje, cargo de governador), Antônio Augusto Borges de Medeiros, foi criado o Grupo Escolar Santo Antônio, em 03 de novembro de 1922.
Somente em 1ª de abril de 1923 é que as aulas realmente iniciam, sob a direção do professor Mathias Steffens.
De 1923 até 1939 o grupo escolar funcionou em um prédio, à rua Marechal Floriano Peixoto, onde funcionou o Museu Juca Maciel (fechado infelizmente, a visitação, mas que guarda rico acervo sobre a história de Santo Antônio da Patrulha).
Com o passar dos anos, o prédio do Grupo Escolar tornou-se pequeno para acolher o crescente número de alunos. Em 1940 foi inaugurado um novo prédio, vizinho ao hospital, na rua Daltro Filho, quando passou a denominar-se Grupo Escolar Profª Gregória de Mendonça.
Ao contrário do que muitos acreditam, Gregória Rita Coelho de Mendonça nunca lecionou na escola que leva seu nome. Ela foi lembrada para nomear este educandário, por ter sido a primeira professora pública do Rio Grande do Sul.
Assim, neste mês de novembro, estamos iniciando a caminhada rumo ao centenário da escola, que é hoje denominada: Escola Estadual de Ensino Médio Professora Gregória de Mendonça. Mais especificamente, no dia 03.11.2021 foi plantada no pátio da escola, com a presença da comunidade escolar e de autoridades, uma muda de Jequitibá: árvore símbolo de bodas de 100 anos e também publicando o regulamento para o concurso do hino do centenário e para os relatos das “Memórias Afetivas”.
Referência: CLEMENTE. Elvo (Org.) Integração, Artes, Letras e História. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1995. (Artigo de Véra Lucia Maciel Barroso)”

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade