Família que mora perto da casa de onde voou todo o telhado, disse que nada viu

Uma família que mora na Rua Paulo Fernando Canquerini Machado disse que não viu quando o telhado da casa de dois pisos, que se localiza na rua paralela à sua, voou, passando por cima de sua residência, indo cair no pátio do colégio. Paulo César da Silveira estava em casa com a esposa Santina e com seu pai Angelino Geraldo da Silveira, de 91 anos. Eles apenas ouviram um estouro, seguindo-se a falta de luz.
Nada foi danificado na residência daquela família.
“Seu” Angelino disse que já viu coisa parecida em Porto Alegre e também em Santo Antônio da Patrulha. A família tomava chimarrão na frente da casa, quando conversou com a reportagem da FOLHA PATRULHENSE.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade