Esgotada capacidade de internação para pacientes de covid no Hospital Santo Antônio da Patrulha

Agravou-se ainda mais durante o dia de hoje a capacidade para internação de pessoas infectadas pelo covid-19 no hospital Santo Antônio da Patrulha da Santa Casa de Misericórdia. Conforme comunicado emitido hoje no final da tarde pela administração daquela Casa de Saúde, não há mais como internar pessoas infectadas por aquele vírus e até mesmo os leitos provisórios para UTI estão com  sua capacidade esgotada, devendo serem procuradas outras alternativas na região.

Por isso foi emitido o seguinte Comunicado pela administração, dando conta da gravíssima situação:


“Hospital Santo Antônio da Patrulha atinge sua capacidade máxima de assistência Covid.


O Hospital Santo Antônio da Patrulha, da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, anuncia à população
que chegou ao seu limite assistencial e que não possui condições de admitir novos pacientes infectados com o
coronavírus nesta instituição. Toda a sua estrutura para o tratamento de pacientes com Covid-19 encontra-se
plenamente ocupada. A área mais sensível de toda estrutura é a UTI temporária que está sendo montada na Estrutura
do Bloco Cirúrgico, projetado originalmente para receber 10 pacientes com necessidade de cuidados intensivos está
constantemente com a capacidade superior a 100%. Essa estrutura não suporta a assistência desse volume de
pacientes.
Após detalhada avaliação técnica, verificou-se que não há qualquer possibilidade de expansão na estrutura
vigente, seja pela estrutura de recursos humanos ou seja pela condição da infraestrutura predial. Desta forma, hospital
não terá condições de absorver a crescente demanda de pacientes com Covid-19. Se o volume de infectados continuar
crescendo no atual ritmo lamentavelmente o número de óbitos irá se multiplicar em Santo Antônio da Patrulha e em
todo o Estado.
Mesmo com todos os esforços, estamos mantendo uma média de 108,86% de ocupação na unidade de
internação com coronavírus na instituição. Esse número representa mais de 200% da capacidade original de leitos do
hospital. O acréscimo cada vez maior de pacientes com quadro severo de Covid acaba também sobrecarregando
médicos e profissionais da enfermagem no atendimento de pacientes não-covid. A medida de interromper o
atendimento a novos pacientes Covid se faz necessária, também, a fim de se garantir atendimento de qualidade às
outras demandas graves de saúde da população que continuam chegando às portas do Hospital.
Com esse cenário, que extrapolou qualquer outra crise sanitária ocorrida há décadas, a Santa Casa de
Misericórdia de Porto Alegre e o Hospital Santo Antônio da Patrulha comunicam que se chegou ao esgotamento desta
estrutura dedicada aos pacientes com Covid-19 e clama à população e aos representantes legais que, por hora,
busquem outras alternativas de atendimento para Covid, seja nas estruturas públicas da região seja na região
metropolitana.
Essa medida será constantemente reavaliada de modo a poder restabelecer os atendimentos tão logo a
estrutura do Hospital possa suportar.”

 

O comunicado está assinado pela Coordenadora Técnica e Administrativa Rúbia Wingert e pelo diretor técnico dr. Joaquim Dellamora Melo.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade