Empresário higieniza, voluntariamente, a frota da Guarda Municipal

Na manhã desta segunda-feira, 8, a solidariedade tomou conta do pátio da Guarda Municipal (GM). Com os negócios parados há cerca de um ano, devido à pandemia da covid-19, Moisés Christimann, de 42 anos, proprietário de uma empresa de treinamento para emergências, no município de Gravataí, se disponibilizou a sanitizar a frota de veículos da instituição.

Mesmo com as atividades interrompidas, Moisés tem buscado uma forma de fazer a sua parte para auxiliar as áreas da segurança pública durante o período da pandemia. Em busca de promover um ambiente mais seguro para as guarnições, desde o ano passado o empresário tem feito este trabalho em órgãos da segurança pública.

Moisés lembra que não se trata de uma dedetização, mas sim de uma sanitização. Com isso, não é aplicado nenhum tipo de veneno. Os produtos utilizados são os mesmos dos hospitais, porém mais fracos, e tem duração de 7 a 15 dias. “O meu intuito é proteger quem nos protege. A falta destes profissionais implica diretamente na nossa vida cotidiana”, lembra Moisés.

O trabalho, feito totalmente de forma voluntária, gerou o chamado voluntariado sustentável. Com uma maior visibilidade, os empresários começaram a solicitar a sanitização das dependências das indústrias. Com os recursos adquiridos, o empreendedor tem conseguido manter a si mesmo e ao trabalho voluntário, que requer a compra de equipamentos e produtos.

“Nós somos muito gratos ao Moisés pela sanitização voluntária nos veículos da Guarda Municipal. Essa ação vai promover mais segurança para o efetivo que está nas ruas em contato direto com a comunidade”, destacou o secretário substituto de Assuntos de Segurança Pública, André Brito.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade