Zaffalon recebe plano de ações e investimentos para a captação de água em Gravataí

Após uma forte cobrança realizada pelo prefeito Luiz Zaffalon, representantes da Corsan estiveram no gabinete do prefeito, nesta semana, para apresentar um plano de ações e de investimentos para sanar problemas históricos de abastecimento que acometem a cidade.
“Já estamos cansados de desculpas. Não aceito mais que, em pleno 2021, a Corsan não consiga manter um abastecimento de água satisfatório em Gravataí. Falei isso em março, em uma reunião que pedi com a diretoria da autarquia e agora eles me apresentaram cronogramas de obras e investimentos”, disse o prefeito.
O cronograma apresentado traz as quatro obras essenciais para a cidade, elencadas por Zaffa.
São elas: um novo reservatório com capacidade para 3 milhões de litros para a Morada do Vale (este já está licitado e com a obra para ser iniciada); uma nova adutora que se estenda da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Cachoeirinha até o centro de reservação do bairro Vista Alegre (obra já licitada e que deve resolver o problema de abastecimento da região das moradas); uma nova adutora que permita a ligação da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Gravataí ao centro de reservação do bairro Cipestres; e uma rede que possibilite a interligação, por meio de adutoras, entre os sistemas Vista Alegre e Ciprestes, para garantir estabilidade ao abastecimento.
Além disso, a própria Corsan elencou outras melhorias, uma delas, referente a rede de tensão de energia que abastece as casas de bombas. Estiveram presentes o diretor de Operações da Corsan, André Finamor e demais técnicos da empresa.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade