Secretário Denner Gelinger e ex-prefeito Marco Alba apresentam ao IICA as potencialidades agrícolas de Gravataí

Na manhã de sexta feira, 14, o secretário municipal da Agricultura e Abastecimento de Gravataí, Denner Gelinger, a convite do ex-prefeito Marco Alba, participou de reunião com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA).
Sob a coordenação do engenheiro agrônomo gaúcho Caio Rocha, Gabriel Delgado e demais representantes da entidade na América Latina, na oportunidade foram apresentadas ao grupo as potencialidades agrícolas de Gravataí bem como o desenvolvimento do Estudo de Zoneamento Edafoclimático realizado em parceria com a Embrapa Clima Temperado. O estudo constitui-se em uma ferramenta de organização no planejamento da agricultura, tendo por base o levantamento dos fatores que definem as aptidões agrícolas baseadas, sobretudo, nos atributos dos solos, topografia, declives e clima encontrados em diferentes áreas das regiões estudadas.
O IICA é o organismo especializado em agricultura do Sistema Interamericano que apoia os esforços dos estados membros em sua busca pelo desenvolvimento agrícola e pelo bem-estar rural. Visa a incentivar, promover e apoiar os esforços para o desenvolvimento agrícola e bem-estar rural por meio de cooperação técnica internacional de excelência.
O ex-prefeito ressaltou a importância da atividade primária, em especial a que envolve pequenas propriedades rurais, com perfil familiar, o que é uma característica de Gravataí, que tem 64% de sua extensão territorial de zona rural.
“Trabalhamos para fomentar o desenvolvimento de nossa área rural, para que as famílias possam dar continuidade a esta atividade tão importante, que é levar alimento à mesa de todos”, afirmou Marco Alba. “Estamos planejando o futuro para nossos produtores, e Gravataí passa a ser conhecida também pelo estimulo agrícola que proporcionamos.”
O prefeito de Gravataí, Luiz Zaffalon, igualmente um entusiasta no assunto, tem em seu plano de governo como uma das prioridades o uso da tecnologia, ressaltando a importância do Estudo do Zoneamento Edafoclimático: “Precisão para desenvolver avaliação territorial referente à aptidão agrícola para alcançar a agricultura 4.0, ou seja, incentivo a tecnologias que buscam a otimização da produção e gestão agrícola em diferentes estágios, aprimorando o controle, o monitoramento e a forma de se trabalhar”.
O secretário Denner apresentou parte das ações realizadas e confirmou a consolidação do estudo realizado como fator de crescimento ordenado da área agrícola do município. “Conhecer nosso território e as condições de clima e solo para plantio das culturas adequadas para cada região nos permite proporcionar ao produtor rural a certeza de que o investimento terá resultados mais do que satisfatórios”, observou o secretário. “Quando a gestão é feita com responsabilidade, alcançamos eficiência no que estamos propondo. Isso é cuidar do cidadão, conferindo-lhe conhecimento e incentivo nas suas ações.”

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade