Saúde da Família completa 100% do quadro das 50 equipes de profissionais

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) tem aprimorado cada vez mais o serviço oferecido pela Saúde da Família. A cidade conta com 20 unidades compostas por 50 equipes completas da Saúde da Família. Desde 2018, com a saída dos médicos Cubanos, Gravataí vem num esforço contínuo para atingir a meta de 100% do quadro de profissionais.
A Saúde da Família faz parte do serviço de Atenção Primária padronizado pelo Ministério da Saúde e tem como característica ser o primeiro nível de atenção à saúde e cuidar da população no lugar em que vive, realizando um acompanhamento integral do indivíduo. As equipes deste programa são formadas por médicos, enfermeiros, auxiliares e/ou técnicos de enfermagem e agentes comunitários.
O vice-prefeito Dr. Levi Melo celebrou a marca de 100% do quadro preenchido e explicou que a Estratégia Saúde da Família (ESF) tem como principal objetivo a relação de proximidade com os pacientes. “Assim, mesmo quando o paciente não pode ir até a unidade de saúde, nós vamos até a casa dele. Temos a área a ser visitada e, a partir da convivência com essas famílias, descobrimos os pontos fortes e as necessidades. A partir disso, levamos os casos para discutir em equipe e definimos como prosseguir com o atendimento que cada paciente precisa”, explicou Dr. Levi.
O secretário da Saúde, Régis Fonseca, ressaltou que as equipes atuam com ações de promoção da saúde, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e agravos mais frequentes e na manutenção da saúde das comunidades. “Agradeço de alma e espírito àqueles que, com empenho, capacidade e dedicação, têm enfrentado esses tempos.” Régis ainda complementou e destacou que, das 50 equipes que compõem o quadro, sete são custeadas com recursos próprios do município. De acordo com o coordenador da Atenção Básica, Luciano Albrecht, entre atendimentos médicos e de enfermagem, diariamente, 2 mil pessoas são atendidas pela Estratégia Saúde da Família em 20 unidades, sendo elas: Águas Claras, com quatro equipes; Aristides D’Ávila, com duas equipes; Barro vermelho, com três equipes; Breno Garcia com duas equipes; COHAB C, com três equipes; Costa do Ipiranga, com duas equipes; Érico Veríssimo, com três equipes; Granville, com duas equipes; Itacolomi, com duas equipes; Itatiaia, com duas equipes; Morada do Vale 2, com duas equipes; Morungava, com duas equipes; Neópolis, com três equipes; Nova conquista, com três equipes; Parque dos Anjos, com três equipes; Parque dos eucaliptos, com três equipes; Princesa Isabel, com três equipes; Santa Cecília, com uma equipe; São Marcos, com uma equipe e São Vicente, com quatro equipes.

Saúde bucal também integra a estratégia
O município conta com 20 equipes de saúde bucal vinculadas às estratégias de saúde da família e nove equipes vinculadas às unidades básicas de saúde. Totalizando 26 unidades de atenção básica com atendimento odontológico de referência, tendo em vista que algumas unidades possuem duas equipes de saúde bucal atuando no mesmo serviço.
As equipes de saúde bucal vinculadas às Estratégias de Saúde da Família (ESFs) são compostas por um cirurgião-dentista (carga horária de 40 horas) e mais um auxiliar ou técnico em saúde bucal. Já as equipes vinculadas às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) possuem dois cirurgiões dentistas (carga horária de 20 horas cada) e, em alguns casos, mais o auxiliar em saúde bucal.
“As unidades de saúde possuem atendimento odontológico de urgência, onde queixas que exigem intervenção imediata são contempladas, e também atendimento, eletivo, em que é feito o acompanhamento e o tratamento das demais questões. Uma vez iniciadas as consultas eletivas, é realizado o reagendamento até a conclusão das necessidades do paciente”, disse Alessandra Salvadori, que é coordenadora de saúde bucal.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade