Intensifica-se o movimento junto ao comércio de SAP

Colaborou: Chaiane Vencato/ACISAP

Desde sábado (18) começou a aumentar o movimento junto ao comércio de Santo Antônio da Patrulha e a partir de hoje essa afluência às lojas aumenta em virtude da proximidade do Natal. Os comerciantes estão registrando bons índices de venda, o que termina confirmando a máxima de que muita gente deixa para escolher os presentes em cima da hora. E não é diferente aqui. Lojas do vestuário, móveis, calçados, de perfumes, bijuterias dentre outros, passam a ser bastante procurados.
A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Santo Antônio da Patrulha – ACISAP, realizou uma pesquisa entre os empresários de diferentes setores da economia, a fim de verificar a perspectiva de vendas do comércio neste ano e qual o fluxo de consumo.
De acordo com Rogério Matos, empresário do setor de bazar, decoração e brinquedos, as perspectivas apontam que as vendas sejam um pouco menores que ano passado, pois neste ano e principalmente nesta época de natal, observa-se que os clientes estão procurando presentes mais baratos e por isso diminuiu muito o ticket médio do setor. Em relação às vendas do ano passado a meta seria repeti-las e isso já seria muito bom, mas pelo que está se encaminhando é provável que a média fique em torno de 10% abaixo.
ALIMENTAÇÃO
No setor supermercadista, o empresário Marcione Gomes destaca que a perspectiva do setor é que se venda de 5 à 10% a mais em relação ao ano passado. Mas, comparando 2019 e 2020, anos em que houve super vendas, devido à pandemia, com os consumidores ficando mais em casa, e deixando de gastar mais com outros produtos, preferiram investir mais na alimentação.
“Este ano houve uma queda no setor supermercadista, e os demais setores da economia, que acabaram faturado menos no início da pandemia, hoje estão normalizando, pois os consumidores estão migrando seus gastos mensais para outros produtos, como vestuário, eventos, o que é um fator positivo de retomada da economia, afirma o empresário a ex-presidente da ACISAP.
De acordo com Marcione “é muito importante que os outros setores voltem a crescer. Economia é uma roda e todas tem que girar, a economia precisa girar em todos os seus setores”. Em suas considerações finais, Marcione menciona a preocupação com a inflação e a falta de produtos e matérias-primas, o que afeta a economia gerando inflação para os supermercadistas e demais setores, soando como um sinal de alerta, por não sabermos até quando a inflação irá aumentar.
MOVIMENTO
A movimentação nos supermercados é intensa e irá aumentar ainda mais amanhã, véspera de Natal e também na véspera do Ano Novo. Os consumidores querem preparar a ceia de natal e da passagem de ano, e por isso, procuram os principais produtos a serem utilizados, bem como frutas e hortigranjeiros para tornar a mesa farta como deve ser no Natal. E a maioria já aproveita para as compras referentes ao ano novo.
Um dos itens mais procurados são as bebidas e isso tem aumentado consideravelmente. No setor de vendas de móveis e eletros, a perspectiva é que as vendas deste final de ano empatem com as do ano passado. E em relação aos anos anteriores, o setor está mais difícil e competitivo.
PESQUISA DE PREÇOS
Muita gente pesquisa os preços para saber onde comprar mais barato, porque a crise continua batendo à porta de todos. A movimentação nas ruas é intensa e com isso, aumenta os riscos de pessoas desavisadas serem alvo de ladrões. Por isso, toda a cautela é pouca.
Para que você saiba qual o horário do comércio patrulhense, a Associação Comercial, Industrial e de Serviços informa que hoje, o horário do comércio irá até às 19 horas. Amanhã, 24 de dezembro, véspera de Natal, o expediente será normal.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade