Estação pública de recarga para veículos elétricos é lançada em Gravataí

Gravataí acaba de entrar no circuito da mobilidade elétrica e incentivar a redução de impactos causados pelo uso de combustíveis fósseis. Nesta quarta-feira (22/6), a Prefeitura Municipal, em parceria com a Zona Azul Brasil, lançou um ponto público e gratuito para carregar carros elétricos. O serviço fica na Praça da Bíblia, avenida José Loureiro da Silva, em frente à sede do Executivo, no Centro. Na solenidade, um Chevrolet Bolt foi o primeiro veículo a ser carregado.

Segundo o prefeito Luiz Zaffalon, a intenção foi buscar no mundo as maiores inovações que convergem com o entendimento da gestão de que investir em tecnologia e estimular práticas sustentáveis não só auxiliam na preservação ambiental como também atraem maior crescimento econômico para o município. “Trata-se de um projeto piloto inovador. Queremos Gravataí à frente de novas soluções e aberta a receber o que há de mais atual. Por isso, nos empenhamos cada vez mais em uma legislação moderna, fomentando novos investimentos, como o PradoTech, que dará visibilidade mundial para nossa cidade”, enfatiza.

A estrutura permitirá uma utilização diária por veículo, contará com um equipamento da e-Volvo. A partir do lançamento, uma equipe irá monitorar a demanda e avaliar futuras ampliações. O usuário pagará somente pelo uso da vaga, não pelo consumo de energia, e o tempo total previsto para o carregamento completo é de duas horas.

Além de auxiliar os motoristas residentes que já possuem veículos compatíveis, o objetivo é atrair para a cidade novos usuários que identifiquem o ponto de recarga em aplicativos de mapeamento. “Esta cooperação entre público e privado reforça o quanto estamos cientes da extrema ascensão desta nova tecnologia automotiva e o quanto iremos beneficiar diversos setores da região, como os hotéis, restaurantes e lojas que poderão receber os clientes durante o carregamento”, ressalta o diretor de Operações da Zona Azul Brasil, Claudinei Barduque.

Gravataí mais sustentável

 Com a falta de outros carregadores em vagas públicas no Brasil, a prefeitura prevê que pelo menos 50 usuários mensais utilizem o sistema. O cenário é de que, nos próximos anos, o número cresça cada vez mais com a adoção desta solução e Gravataí está se preparando para ele.

“O mundo inteiro fala em eletrificação. As maiores fabricantes mundiais anunciaram suas metas para o fim da combustão. Todas as iniciativas possuem a sustentabilidade como principal justificativa. Com esse projeto piloto, buscamos participar dessa transformação mundial e oferecer à sociedade nossa contribuição”, explica Zaffalon.

Esta será mais uma das ações em prol do desenvolvimento ecológico, econômico e social. Recentemente, o prefeito encaminhou um projeto de lei para a implementação do programa IPTU verde, que prevê desconto no imposto municipal para cidadãos que adotarem práticas de preservação dos recursos naturais em suas residências. O projeto prevê ainda o sistema de carregamento para veículos elétricos, que consiste em carregadores residenciais fixos, do tipo “Wallbox”, devidamente instalados conforme normas técnicas existentes.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade