Os diversos pontos de descarte irregular de lixo, flagrados, diariamente, pela Guarda Municipal (GM) e denunciados à Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSU), revelam o tamanho do problema enfrentado pela Prefeitura de Gravataí para manter a cidade mais limpa. Mesmo com a construção de quatro ecopontos, uma parcela da população insiste em descartar de forma irregular em locais públicos.

O secretário da SMSU, Paulo Garcia, lembra que este tipo de comportamento afeta a limpeza da cidade e aumenta a possibilidade de alagamentos, uma vez que, em períodos de chuvas, este material acaba sendo carregado para os bueiros, resultando em pontos de acúmulo de água no município.

“Todos os dias, parte das nossas equipes, que poderiam trabalhar nas manutenções de praças, parques e vias públicas, irão para as ruas retirar estes materiais e isso acaba atrapalhando o cronograma de limpeza do município.”
Para regulamentar a limpeza e a manutenção destes espaços, o município conta com uma legislação específica.

Conforme a Lei Nº 3440/2013, depositar, lançar ou atirar, em quaisquer áreas públicas ou terrenos, edificados ou não, de propriedade pública ou privada, resíduos sólidos, de qualquer natureza, é considerado uma infração grave. A penalidade varia entre R$ 535 e R$ 5.350, de acordo com a quantidade de resíduos despejados.

Conforme o comandante da GM Henrique Gaus, os casos, nos quais os depositantes são flagrados, há autuação imediata e, nos demais, a SMSU é acionada para realizar a limpeza do local. O comandante comentou, ainda, que a Rótula do Novo Mundo, a Vila Rica, a Avenida Itacolomi e as margens da Estrada Vânios Abílio dos Santos são alguns dos pontos que, corriqueiramente, são encontrados descartes irregulares.

Os quatro ecopontos do município recebem materiais como móveis e eletros inservíveis, papéis, óleo de cozinha, resíduos de podas e da construção civil, entre outros. Totalmente gerenciados pela Prefeitura de Gravataí, os locais contam com limpeza e manutenção diária. De acordo com a SMSU, cada pessoa pode depositar dois metros cúbicos, por dia, o equivalente a um reboque.

Confira os endereços e horários de funcionamento dos ecopontos:
Ecoponto Ciprestes
Rua Ciprestes 180, Castelo Branco
Telefone: (51) 3600-7044
Horário de funcionamento: 8h às 17h.
Ecoponto Princesa
Rua Jorge Tadeu s/nº, Residencial Parque do Sol
Telefone: (51) 3600-7377
Horário de funcionamento: 8h às 17h.
Ecoponto Parque dos Eucaliptos
Rua Barnabé 1501, Parque dos Eucaliptos
Telefone: (51) 3600-7509
Horário de funcionamento: 8h às 17h.
Ecoponto Estrela
Rua Estrela 480, Parque Ipiranga
Telefone: (51) 3600-7508
Horário de funcionamento: 8h às 17h.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade