Delegado afirma que Polícia está muito atuante no combate à criminalidade

Ao contrário do que muita gente afirma, a Polícia está trabalhando permanentemente no combate à criminalidade. Mas o que termina desencorajando os policiais, tanto civis, como militares, é o fato de que um indivíduo preso por suspeita de tráfico, na maioria das vezes não fica mais do que um dia atrás das grades. E isso repercute mal na comunidade que pensa que é a Polícia que solta o preso, porém na verdade, tudo decorre do Poder Judiciário que tem que cumprir as leis.
O delegado Valdernei Tonete afirma que de janeiro até a presente data, a ação das Polícias Civil e Militar culminaram na prisão de 22 indivíduos por tráfico de drogas.
“Só no Residencial Santo Antônio foram presos este ano 13 indivíduos por suspeita de tráfico”, revela o veterano policial. Ele atribui a grande maioria das prisões à Brigada Militar que, conforme afirma, é a polícia fardada que é responsável pelo policiamento ostensivo e preventivo.
“A Brigada prende o indivíduo, que é apresentado na Delegacia, onde transformamos em flagrante, mas se a Justiça termina soltando, é outra história”, afirma Tonete para destacar que os juízes são obrigados a cumprirem a lei que é muito branda no Brasil.
Ele cita o exemplo da Indonésia, onde existe a pena capital e onde estão presos atualmente, não mais do que 90 traficantes, exatamente em virtude do temor que eles têm de terminarem sendo executados, porque lá o governo não perdoa.
Se houvesse mais rigor na legislação penal brasileira, Tonete acredita que isso terminaria desencorajando quem pratica, ou quer praticar esse tipo de crime. Segundo ele, o tráfico destrói a família e ele conhece muito bem o drama que familiares vivem quando têm um filho, ou outro familiar drogado em casa.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade