Assinado o contrato para mais três obras de reestruturação asfáltica

A Prefeitura de Gravataí segue trabalhando a pleno vapor para, cada vez mais, oferecer uma melhor infraestrutura urbana e consolidar-se como polo de atração para novos empreendimentos.
Dentro do programa PavimenTAÍ, que conta com recursos na ordem de R$ 50 milhões para obras de mobilidade e para a saúde, o prefeito Luiz Zaffalon assinou, na manhã desta quinta-feira, 17, o contrato com a CPS – Construção, Projetos E Sinalização Eireli, para a realização de mais três importantes obras de reestruturação de vias.

Os contratos se destinam a realização de obras de reestruturação e revitalização asfáltica das estradas do Gravatá, 1.880 metros, no trecho da ERS-030 ao Trevo da GM e Avenida Prefeito Acimar Silva, com acesso à Freeway, e da Lomba do Vadeco, com 1.400 metros de extensão.

Na Avenida Itacolomi, serão reestruturados 1.800 metros, no trecho 1 da obra, da rótula em frente à Ulbra até a Estrada Vânius Abílio dos Santos. Todas as vias receberão ciclovia compartilhada com passeio, para utilização de pedestres e ciclistas.

Conforme o prefeito Zaffalon, em um segundo momento, a prefeitura também fará a pavimentação da Rua Joel Amaral e da Estrada Vânius Abílio dos Santos e os passeios da Avenida Dorival, no trecho entre a Rua Anápio Gomes, no Centro, até o viaduto da ERS-118; e a duplicação da ERS-030 até a Estrada Acimar Silva. “Serão muitas obras pela cidade, e contamos com a compreensão da população, porque esse tipo de intervenção acaba gerando mudanças no tráfego, mas é importante saber que é para, justamente, melhorar a vida das pessoas”, ressaltou o prefeito Zaffalon.

O vice-prefeito Dr. Levi Melo chamou a atenção para a necessidade de ampla divulgação das possíveis alterações no trânsito, para que os moradores tomem conhecimento previamente de eventuais transtornos momentâneos. O prefeito Zaffalon alertou que, em breve, a ERS-030, no trecho entre a Prometeon (Ex-Pirelli) e o começo da Avenida Acimar Silva, também estará sendo duplicada, o que vai coincidir com a construção da elevada sobre a ERS-118, na entrada da cidade.

“Precisamos adequar nossos cronogramas de execução dos trabalhos no sentido de reduzir esses transtornos, como a utilização da Rua Gravatá como alternativa de acesso à Freeway”, comentou Zaffalon.
“O que importa é que as obras estão acontecendo, e a cidade é quem ganha, mas temos de superar essas alterações no trânsito momentaneamente.”

Estiveram presentes no ato de assinatura, o vice-prefeito Dr. Levi Melo, os secretários de Mobilidade Urbana, Guilherme Ósio, de Administração, Mauro Bossle, o secretário substituto de Obras Públicas José Trindade; e o representante da construtora, Vinícius Ribeiro Junqueira.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade