Vice-prefeito socorre pessoas e animais atingidos pelas enchentes e atitudes viralizam

O vice-prefeito Marcelo Gaúcho, durante o período mais crítico das enchentes que assolaram nos últimos dias o Rio Grande do Sul, arriscou a vida ao ver uma caminhonete ser arrastada pela correnteza na localidade de Venturosa quando rebentou um açude existente naquela região.
Marcelo relata que ao se deparar com o incidente, não pensou duas vezes e atravessou a correnteza que passava sobre a rodovia, nadando diretamente ao local onde se encontrava o veículo e seu motorista que não tinha como fugir à ação da água.
Ao mesmo tempo, dois moradores da localidade viram o que estava acontecendo e foram até o local, salvando ambos de afogamento, porque naquele momento Marcelo viu que não conseguiria salvar sozinho o motorista. Ambos felizmente foram salvos. O fato repercutiu nas redes sociais e na grande imprensa.
Ao conversar com a reportagem o vice-prefeito disse que sempre agiu assim, procurando salvar vidas.
Tão logo as chuvas se intensificaram, ele combinou com o prefeito Rodrigo Massulo de que ele estaria ajudando a socorrer pessoas, tanto em Santo Antônio como em outros municípios. No entanto, na sua cidade a situação transcorreu relativamente tranquila, diferentemente de outros municípios, se dirigindo para Canoas.
Outro fato foi o do acolhimento de três cachorrinhos que haviam sido deixados junto à igreja Nossa Senhora da Boa Viagem, por uma moradora de rua que disse não ter condições de ficar com os pequenos animais. Ele os acolheu imediatamente.
E um terceiro episódio foi quando estava ajudando no socorro aos desalojados em Canoas. Ao ver um cavalo em situação difícil, nadou até ele (a água havia invadido a pista da rodovia) e conseguiu salvar o animal de um possível afogamento, tendo sido auxiliado por um piloto de jet ski. Em vídeos nas redes sociais, os três episódios foram muito comentados com elogios à atitude de Marcelo Gaúcho, que no episódio da grande tragédia de Brumadinho, já havia ido espontaneamente até àquela região de Minas Gerais para ajudar no socorro.
Marcelo tem tido um vínculo direto com o Corpo de Bombeiro Militar de Santo Antônio e com a Defesa Civil afirmando que sempre procurou ajudar a quem precisa nestas situações dramáticas.
Colaborou Rafael Barcela

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade