Vera Maciel fala sobre acervo dos 43 anos da FOLHA PATRULHENSE

A historiadora Vera Lúcia Maciel Barroso está homenageando os 43 anos da FOLHA PATRULHENSE comemorados em primeiro deste mês, com uma revelação que nos emociona:
Ela possui, encadernada, a coleção completa de nosso Jornal, desde a sua primeira edição.
Ao ensejo dos 43 anos da Folha Patrulhense destaco a importância de quase meio século deste veículo de comunicação que vem cumprindo seu papel de informação. Nesse sentido, destaco que para a minha tese de doutorado, sobre a Açúcar Gaúcho S. A., as matérias e charges da Folha foram da maior valia, enquanto memória – suporte da história do tema tratado”.
Revela nossa historiadora possuir todas as edições do jornal encadernadas, desde a 1ª (um legado do pai), sem faltar um número até este ano de 2022. Trata-se de excelente fonte de pesquisa para estudar o município nas mais de quatro décadas recentes.
“Invisto na sua preservação em homenagem ao pai, Juca Maciel, que dedicou sua vida ao município, pelo trabalho cartorário e como historiador, deixando um legado de pesquisa e textos que são fonte rica para investigação da história local; muitas delas publicadas na Folha Patrulhense. Por outro lado, ele tinha um amor impressionante pelo jornal. Desde o primeiro número, ele comprava entre 40 e 50 exemplares de cada edição e postava no Correio para parentes do Estado e do Brasil, como para amigos de perto ou mais distante. Deu a maior força para o jornal crescer, sendo muito amigo do Menezes”, elogia Vera Lúcia Maciel Barroso.
A coleção realmente impressiona, porque são dezenas de volumes encadernados e que, como ela mesma afirma, se constitui num belíssimo resgate de nossa história nos últimos 43 anos e que, se Deus quiser, continuaremos escrevendo ao longo das próximas décadas.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade