No final da tarde de domingo, em um dos locais do balneário da Lagoa dos Barros, um banhista foi visto conduzindo um saco plástico preto, indo atrás de um objeto de descarte que fora levado pelo vento.
O fato chamou a atenção da reportagem da FOLHA PATRULHENSE. Conversando com o veranista, ele confirmou que estava recolhendo o lixo, antes de retornar para sua casa.
Marcos (é seu primeiro nome), mora no município de Gravataí.
Ele é um exemplo de que o lixo produzido por veranistas deve ser recolhido para evitar que o meio ambiente fique cada vez mais poluído.
E num tempo em que, apesar dos esforços do projeto Lagoa sem Lixo, Lagoa de Luxo, se vê ainda muita gente descartando o que produziu em meio à praia e até mesmo uma mesa plástica, como foi visto, mesmo que perto exista um container colocado pela prefeitura. Este gesto do Marcos merece aplauso e deve servir para quem não se importa com a preservação de uma praia limpa, repense sua atitude.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade