Secretário da Saúde fala sobre agravamento de número de casos de Covid-19

O secretário municipal da Saúde afirma que a exemplo do que vem ocorrendo em diversos países, o Brasil vive uma nova onda de infecções, e a região, pelo perfil litorâneo, vem apresentando um número alto de casos positivados, que causam preocupações frente às limitações dos serviços de saúde.
“Atualmente de cem pessoas que acessam o serviço com síndrome gripal, 45 acabam comprovando a infecção pelo vírus Covid”, afirma Antônio Selistre, para prosseguir “nossas medidas continuam as mesmas, uma vez que na saúde, nunca baixamos a guarda nos cuidados e nos serviços. Em reunião com o Prefeito e o Presidente da ACISAP, definimos junto com outras entidades, a redação de uma carta aberta à população pedindo respeito aos protocolos. Não há mais espaço para retroceder, fechar serviços tanto na área pública ou privada, porém, na velocidade das contaminações, o afastamento de diversos colaboradores, acabará por refletir na prestação dos mesmos, e temos que preservar a saúde, mas também a economia que nos financia”.
SERVIÇOS AMPLIADOS
O secretário da Saúde adianta que estão também sendo ampliados os serviços, reservando o turno da manhã de nossas Unidades de Saúde para atendimento exclusivo de síndromes gripais, inclusive com testes Covid, e orientação dos cuidados para que não haja agravamento daqueles que porventura já estejam infectados.
INTERNAÇÕES MUITO BAIXAS
“Até ontem, dia 12, havia apenas uma internação, fato positivo, porém, nosso temor é que por não mostrar sintomas agravados, os infectados não mantenham isolamento, continuando a transmitir, ou não busquem o monitoramento correto, para evitar o agravamento nos dias seguintes”, destaca Selistre.
SINTOMAS LEVES
Explica Toninho Selistre que a maioria dos casos são sintomas leves. “Atribuímos isso a eficácia das vacinas, porém , o risco é que com o avanço das contaminações, encontre-se organismos não vacinados, ou aqueles que mesmo vacinados ainda não mostram resistência imunológica”.
APELO
Por fim, o secretário municipal da Saúde apela para que a população continue a manter os protocolos de cuidados, preservando a sua saúde, das pessoas com quem convivem. “E também para que não retrocedamos no avanço dos serviços que foram reconquistados. No setor de saúde estamos com uma demanda reprimida em decorrência do grande período sem atendimentos eletivos, que acaba por prejudicar toda a população”, conclui Antônio Selistre.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade