Secretária de educação e esposo morrem na Serra gaúcha

A causa da morte seria a inalação de gás em um camping em Gramado

A morte da secretária municipal de Educação e presidente do MDB de Gravataí, Sonia Oliveira, bem como a de seu marido, Ricardo Abreu, foi confirmada nesta terça-feira (3/8). Colegas de trabalho não conseguiam manter contato com ela desde sábado (31/7). A suspeita é que os dois tenham morrido em decorrência da inalação de gás em um camping em Gramado. Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

Em nota, a prefeitura de Gravataí destaca que Sônia foi uma “das figuras públicas mais queridas da cidade, com dezenas de anos de atuação na política”. O Prefeito Luiz Zaffalon decretou luto oficial de três dias, bem como a suspensão das aulas da rede municipal – previstas para ocorrer nesta quarta-feira, 4 de agosto. “O Município de Gravataí, por meio do prefeito Luiz Zaffalon, manifesta sua solidariedade e condolências a familiares e amigos da sempre querida Sonia Oliveira e seu esposo, Ricardo Abreu”, finaliza a nota.

Pelas redes sociais, o presidente do legislativo municipal, Alan Vieira, também se pronunciou: “Sônia era como mãe pra mim, lembro de muitos conselhos que me deu (…). Não estou acreditando, estou no automático, indiscritível essa sensação”. Alan decretou luto de sete dias na Câmara. Filha do ex-prefeito e ex-deputado estadual Dorival de Oliveira, Sonia deixa os filhos Felipe e Karolline e o neto Arthur.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade