Buscando minimizar os impactos causados pelo período de estiagem, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Sustentabilidade e Bem-Estar Animal (Sema) segue monitorando a situação do Rio Gravataí. De acordo com a pasta, a última verificação ocorreu na quinta-feira (24/2) e não foram constatadas irregularidades que possam interferir no abastecimento de água. Além disso, a prefeitura segue cobrando soluções junto ao governo do Estado e pedindo agilidade para a Corsan nos reparos de eventuais vazamentos. Vale ressaltar que assim que constatadas, estas situações devem ser encaminhadas para a empresa de abastecimento, diretamente, pelo site servicos.corsan.com.br

De acordo com a Sema, o nível de medição do rio está na casa dos 41cm e os pontos de captação direta para indústria e agricultura estão suspensos desde o último dia 16, como medida para evitar que o nível do rio diminua ainda mais. Além da estiagem, outro fator que agrava ainda mais este cenário é o fato do Rio Gravataí ter sido retificado, fazendo com que a água escoe mais rápido. 

Já a Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop), reforça que, além do consumo consciente da água, as pessoas devem notificar à Corsan quando há algum vazamento. Já os casos em que não houver resposta da prestadora de serviços, devem ser encaminhados para o Departamento de Saneamento pelo e-mail smop.operacional@gravatai.rs.gov.br ou pelo telefone (51) 3600.7694.  

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade