Prosseguem obras de duplicação da Francisco J. Lopes

Estão tendo prosseguimento as obras de duplicação da ERS 030 (Francisco J. Lopes), no perímetro urbano de Santo Antônio da Patrulha.

A execução está a cargo da empresa Pavicon, que já havia pavimentado outra artéria da cidade há poucos dias, no prosseguimento da Rua Lothar Machado dos Reis. As máquinas abrem o primeiro sulco na pista para o processo de duplicação.

Hoje elas já ultrapassaram a entrada para a João Pedroso da Luz, motivo pelo qual, o trânsito para quem deseja entrar, ou sair daquela rua, sofreu modificações, podendo os motoristas utilizarem como alternativas, para quem deseja atingir a ERS 030, a Rua Professpra Rubina Colombo junto à sinaleira da Escola Padre Reus, saindo na Paraná, entrando na Ildefonso Silveira Braga e depois utilizando a São Paulo para chegar na ERS 030.

Os que provém da João Pedroso da Luz no sentido bairro-centro e querem atingir a cidade alta, ou a Cel. Victor para sairem em direção à ERS 030, terão como uma das alternativas, utilizar a Rua Cel. Vicente Gomes se deslocando até a sinaleira do Banco do Brasil para tomar o rumo pretendido.

O 1º trecho tem 347m de extensão, permeando a Rua Francisco José Lopes, dos números 685 a 317, entre as Lojas Taqi e a Farmácia Muniz. Nesta etapa, serão investidos R$ 2,4 milhões. R$ 1,8 milhão vem do Ministério do Desenvolvimento Regional e R$ 600 mil de contrapartida dos cofres municipais. Estes recursos foram captados junto ao Ministério em 2019, com intermediação do Deputado Federal Alceu Moreira.

ALTERAÇÕES NO TRÂNSITO

Propondo um diálogo com os proprietários dos negócios que se encontram na margem deste 1º trecho, que se estende entre as Lojas Taqi e a Farmácia Muniz, o Secretário Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Lucas Kellermann, se reuniu com estes empresários.

 Na reunião foram discutidas questões referentes à entrada e saída de veículos que necessitem acessar os estabelecimentos, tanto no momento atual, quanto no futuro, após a conclusão da duplicação. “Para que esse fluxo funcione da melhor forma possível, é importante esse diálogo inicial com os empresários do entorno, assim fica mais fácil entender  o que fica melhor tanto para estes empreendedores, quanto para o andamento das obras de duplicação”, explicou Kellermann. Ele ainda confirmou que conforme as obras de duplicação forem avançando, também serão realizadas conversas com os empresários do entorno dos demais trechos.

 

Texto: Hermogenes Silveira com complemento da ACS-PMSAP.

Foto Hermogenes Silveira/Folha Patrulhense/Grupo 2M

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade