Projeto de construção da nova sede do Centro de Referência às Vítimas de Violência Sexual é apresentado

A Prefeitura de Gravataí, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), apresentou, nesta terça-feira (31/5), o projeto para a construção da futura sede do Centro de Referência às Vítimas de Violência Sexual (CRVVS). A nova estrutura ficará localizada ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Abílio Alves dos Santos, na parada 74, em um espaço no qual, também, serão instaladas a nova base do Samu e a Central de Ambulâncias.

Fazer obras públicas é sempre um desafio, por isso eu tenho sido insistente com o cumprimento de prazos, e esperamos que essa construção esteja concluída em seis meses. Estou feliz por todos os setores envolvidos nesse projeto, de fundamental importância para a cidade e para a garantia de direitos, especialmente das crianças e adolescentes, que, infelizmente, aparecem em primeiro nas estatísticas de violência”, destacou o prefeito Luiz Zaffalon.

O psicólogo e coordenador do CRVVS, Luiz da Silva Duarte, chamou a atenção para o elevado número de casos de violência. “De modo geral, observamos uma prevalência maior de casos de violência sexual contra as crianças e os adolescentes. E esse número aumentou em consequência da pandemia, visto que a comunidade escolar é um dos maiores notificadores de violência”, disse. Apenas no primeiro quadrimestre de 2022, ao menos, 153 pessoas foram acolhidas no CRVVS, sendo a maioria adolescentes e crianças do sexo feminino. Além disso, 360 pessoas foram atendidas vítimas de abuso sexual.

A equipe do serviço às vítimas de violência sexual é composta por diversos profissionais, sendo um médico, um enfermeiro, um técnico de enfermagem e um farmacêutico. Além disso, dois psicólogos, um assistente social e um assistente administrativo compõem a equipe do CRVVS.

“O governo reconhece a importância de melhor estruturarmos e qualificarmos o CRVVS, para que esse serviço funcione, da melhor maneira possível, em um local adequado. É parte do nosso planejamento estratégico e está dentro dos R$ 15 milhões que o governo está investindo em saúde. Da parte da SMS, entendemos que o nosso papel na rede é qualificar os serviços”, apontou o secretário municipal da Saúde, Régis Fonseca.

Estrutura única

Atualmente, a equipe que presta os atendimentos de psicologia e de assistência social às vítimas de violência sexual encontra-se no prédio do antigo Pronto Atendimento Municipal (PAM) 24 Horas, às margens da ERS-118. Segundo a portaria que regulamenta o serviço, o CRVVS deve estar estabelecido dentro de um local com atendimento ininterrupto, ou seja, 24 horas por dia e sete dias por semana.

Dessa maneira, a pessoa vítima de violência sexual é atendida na UPA da 74, sendo atendida e avaliada no local. A partir disso, realiza os testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites B e C para verificar a existência de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), além do início da profilaxia pós-exposição ao HIV. Após isso, é encaminhada para o serviço de assistência, no PAM.

“A proposta é trazer parte da equipe do CRVVS, que hoje está no PAM, para que esta tenha maior interlocução e alinhamento com os demais profissionais envolvidos no atendimento às vítimas de violência sexual, que, hoje, estão na UPA Abílio. A ampliação da equipe atual também está prevista com mais um psicólogo. A finalidade de todas estas ações é potencializar e qualificar o atendimento às vítimas de violência sexual”, reforçou a coordenadora dos Serviços e Ações Programáticas Estratégicas (SAPE), Juliana Fontoura.

Também estiveram presentes durante a apresentação, o vice-prefeito Dr. Levi Melo; a Juíza de Direito e diretora do Fórum de Gravataí, Valéria Eugênio Neves Wilhelm, da 1ª Vara Criminal de Gravataí; a delegada Fernanda Generali, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Gravataí; a presidente da Acigra, Ana Cristina Pastro Pereira; técnicos da SMFCAS; secretários municipais; e conselheiros tutelares do Leste e do Oeste.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade