Progressistas recebem pré-candidatos ao Senado e à Assembleia Legislativa

O Progressistas recebeu na noite de sexta-feira em jantar na sede da Associação dos Trabalhadores no Calçado de Santo Antônio da Patrulha, a pré-candidata ao Senado pelo Partido Comandante Nádia e o deputado estadual Ernani Polo, pré-candidato à reeleição para a Assembleia Legislativa.
O presidente do Partido, vereador Alexandre Airoldi (Canário), recebeu os visitantes que confraternizaram na oportunidade.
Na mesa oficial, além de Canário, estavam o prefeito Rodrigo Massulo, o presidente da Câmara, vereador André Selistre e os dois homenageados no encontro. Dentre os presentes estavam os vereadores Progressistas e inclusive, suplentes.
Ernani Polo falou sobre sua decisão em concorrer mais uma vez como pré-candidato à AL, ao passo que a Comandante Nádia, que tem 28 anos de Brigada, onde chegou a tenente-coronel falou sobre sua atividade profissional destacando como um dos pontos de sua campanha a segurança pública. Nádia, que aceitou a indicação do Partido para concorrer como pré-candidata ao Senado, afirmou que já esteve outras vezes em Santo Antônio. Sobre a participação da mulher na política disse que é importante que ela divida os locais de poder com os homens. “A mulher tem competências e qualificações diferenciadas”, afirmou.
Criticando a atual legislação penal, Nádia disse que de nada adianta o policial militar ser herói nas ruas, e a legislação ser boa para os criminosos. Defende a reformulação dessa legislação que data de 1940. “Isso tem que ser discutido pelos deputados federais e senadores”.
Outra crítica que a Oficial faz em relação à legislação, é o fato de que, quando um criminoso é condenado pela Justiça e recolhido ao sistema carcerário, ele tem direito de cumprir apenas 1/3 da pena. “Assim, de 30 anos, ele permanece apenas 5 na cadeia. Enquanto ele é beneficiado pela progressão do regime fechado para o semiaberto, a família da vítima terá prisão perpétua pela dor da pessoa assassinada”, desabafou a Comandante Nádia.
Por ser uma Oficial da Brigada Militar concorrendo como pré-candidata a um cargo eletivo, foi evidente a curiosidade que despertou, bem como a simpatia das mulheres presentes pela forma como se posicionou em relação à participação feminina na política.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade