Presidente da Câmara comenta saída da Santa Casa

O presidente da Câmara de Vereadores define o dia 24 de março, quando a Santa Casa anunciou o fim da gestão do HSAP, como “um dia marcante pela notícia que recebemos”.
André Selistre afirma que a decisão foi comunicada depois que o Provedor e o diretor geral daquela instituição hospitalar fizeram uma prestação de contas desde que a Santa Casa assumiu a gestão em 2017.
O QUASE FECHAMENTO DO HOSPITAL
Selistre recorda que na época o hospital estava numa situação muito difícil depois que o Mãe de Deus encerrou sua gestão e, para que o hospital de Santo Antônio não fechasse, foi necessário que a prefeitura assumisse temporariamente a administração até que a chegada da Santa Casa.
“Passei por este período quando o Mãe de Deus foi embora assumindo o hospital de Canoas, tendo a prefeitura que administrar até que a Santa Casa chegasse dando mais vida e qualidade para o nosso hospital.
Ficamos tristes pela decisão agora tomada, ainda mais depois de dois anos de pandemia e parabenizamos os trabalhadores da saúde do hospital por todo o trabalho desenvolvido naquela oportunidade na linha de frente contra o covid.” No entanto, o presidente destacou que, tão logo ficou concretizada a decisão da Santa Casa, imediatamente foram iniciadas as tratativas para se encontrar um novo grupo gestor e os primeiros contatos aconteceram no mesmo dia em Taquara, junto ao Grupo Vila Nova que administra o hospital daquele município.
O presidente do Legislativo defendeu a necessidade do restabelecimento da obstetrícia que é outro problema que preocupa.
CÂMARA SEMPRE APOIOU
André Selistre disse que o que importa agora é esquecer o que passou e apostar no futuro, salientando que a Câmara sempre deu apoio aos investimentos no hospital e não será diferente agora com a transição que está para acontecer.
Por fim, Selistre lembra também que o município de Caraá tem igualmente interesse na solução imediata já que utiliza bastante os serviços do tradicional hospital de Santo Antônio da Patrulha.
PREFEITO
Pelo que o prefeito Rodrigo Massulo afirmou esta semana, os entendimentos estão bastante adiantados e também tem interesse na volta da obstetrícia.
Hoje vai acontecer em Porto Alegre a reunião com a secretária Arita Bergmann que deveria ter ocorrido na terça-feira desta semana, mas que foi adiada por motivos de força maior.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade