Presidente da ACISAP/CDL confiante na recuperação econômica

O presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços afirma que as perspectivas para este ano é que se possa recuperar se não toda, ao menos boa parte dos prejuízos que tivemos no ano passado, acarretados pela crise gerada pela pandemia. “No setor supermercadista não tivemos queda de venda esse ano, ao contrário: houve um aumento nas vendas, porque, devido a quarentena, as pessoas ficando mais em casa, passaram a consumir mais”, acrescenta o empresário Marcione Gomes. No entanto, ele acrescenta que nos demais setores existe a preocupação com a possibilidade de queda nas vendas em virtude do término do auxílio emergencial, juntamente com o aumento do desemprego, onde muitas pessoas ficaram desempregadas e as parcelas do seguro-desemprego estão terminando. “Também existe o fato de vivermos numa economia globalizada, ou seja, tudo que acontece fora do país reflete diretamente em nossa economia. Temos que fazer nosso dever de casa, focar nos nossos negócios e precisamos urgentemente que o governo faça uma reforma tributária, e estamos otimistas e esperançosos, confiantes no progresso e crescimento em 2021, e que com a vacina possamos nos abraçar novamente”, define o empresário.
Por fim, em relação às vendas de final de ano, Marcione Gomes salienta que de um modo geral foram boas, porém, não o suficiente para recuperar os prejuízos de 2020. “Claro que alguns setores foram mais prejudicados que os outros, como havia comentado o setor supermercadista teve crescimento durante todo o ano”, mas esclarece: “Tivemos um grande problema nesse final de ano que foi a falta de produtos da indústria e de alguns itens, isso devido à escassez de matérias-primas, desde produtos como ferro, garrafas, papelão, entre outros, o que teve como reflexo o aumento excessivo desses ítens”.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade