Município cria “Caminho Lilás” para facilitar o acesso ao atendimento às mulheres vítimas de violência

Agosto foi o mês em que a Lei Maria da Penha completou 15 anos. Sendo assim, a Prefeitura de Gravataí, por meio da Casa Lilás – Assessoria de Políticas Públicas para Mulheres, realizou a campanha “Agosto Lilás, juntos pelo fim da violência contra a mulher”. Entre as atividades, em busca de incentivar as mulheres a denunciar as agressões, foi criado o “Caminho Lilás” que liga a prefeitura à Casa Lilás por meio de pintura nos cordões das calçadas.

Para demonstrar o percurso, a primeira-dama Marlene Zaffalon, uma das idealizadoras do projeto, juntou uma equipe de colaboradoras da prefeitura para percorrer o caminho e destacou que a ideia é que mais mulheres saibam onde buscar ajuda. “Muitas chegam até a prefeitura para solicitar atendimento e, agora, fica mais fácil encontrar o local adequado”, disse Marlene.

De acordo com a coordenadora da Casa Lilás, Analu Sônego, Gravataí é a primeira cidade a ter um caminho para facilitar o acesso ao atendimento das mulheres vítimas de agressão. A coordenadora destacou ainda que apesar do significativo número de mulheres que procuram atendimento (somente neste ano, foram mais de 120 casos atendidos), ainda há muitas que não sabem como procurar ajuda. “Muitas vezes, a exposição limita a busca por ajuda. Seguindo o Caminho Lilás, a mulher pode fazer o seu relato, diretamente, no local em que será acolhida, sem ter que se expor para outras pessoas”, disse Analu.

A chefe de gabinete Mari Léia Bastiani destacou a importância das mulheres denunciarem pelo 180 e procurarem atendimento na Casa Lilás. “Lá, as mulheres são acolhidas e contam ainda com atendimento psicológico e jurídico, além de participarem de diversas oficinas oferecidas pela assessoria”, lembrou Mari Léia.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade