Massulo vai seguir regramentos da bandeira vermelha em Santo Antônio. Comércio reabre com os cuidados necessárioss.

 

O prefeito de Santo Antônio da Patrulha, Rodrigo Massulo, acaba de informar que “vamos seguir na íntegra o novo regramento da vermelha, assim como o fará toda a região do Litoral Norte”, tendo em vista que a Procuradoria Geral do Estado, conforme informou o Procurador Eduardo Cunha da Costa, conseguiu derrubar na tarde de hoje, a liminar que havia suspendido a retomada da congestão no modelo de Distanciamento Controlado, oportunizando assim a que o governo do Estado comece o plano de cogestão que tinha previsão para começar nessa segunda-feira.

Ontem Massulo havia dito em sua conta no Facebook: “Sempre vou defender a democracia, aqueles que se elegeram democraticamente para a tomada de decisões. A decisão unilateral de um juiz que se manifesta nas redes politicamente não me representa. O Estado deverá recorrer da decisão provisória de suspensão da cogestão, e a Famurs trabalha para auxiliar neste sentido.

Precisamos nos cuidar, e muito! Mas as pessoas também precisam ter o direito de colocar a comida na mesa, seguindo todos os protocolos sanitários. Que o melhor seja feito!”

O desembargador Marco Aurélio Heinz acolheu a argumentação da PGE-RS, suspendendo a decisão liminar. Conforme afirmou ao tomar essa decisão é indiscutível “a competência dos Estados para a implementação de medidas de contenção à disseminação da Covid-19, entendimento consagrado pelo Supremo Tribunal Federal na ADPF n. 672 MC, rel. Min. Alexandre de Morais, Plenário, DJe 260″ e que o exame de atos administrativos pelo Poder Judiciário deve ocorrer apenas pelo ângulo da legalidade”.

COMO FOI A DECISÃO

Marco Aurélio frisou que  “o sistema de gestão compartilhada entre o Estado-membro e os Municípios não encerra em si qualquer ilegalidade a ser impedida pelo Poder Judiciário, bem como, não é possível obrigar o Sr. Governador a não flexibilizar o sistema de Distanciamento Controlado, muito menos compelir o Chefe do Executivo a aumentar as restrições do regime de bandeira preta como quer a respeitável decisão liminar, com os elementos probatórios até então coligidos aos autos”.

EM CARAÁ

Em Caraá o prefeito Magdiel acaba de informar em sua conta no Facebook que a sua live semanal teria como pauta ontem o retorno da cogestão, mas devido a liminar do juiz Eugênio Terra decidiu esperar os desdobramentos. Disse Magdiel que “a culpa não é do comércio, acredito que esta decisão de hoje seja a mais equilibrada para o momento delicado que estamos vivendo, as pessoas precisam trabalhar e ter renda para pagarem suas despesas e a manutenção de gastos com casa e família”.

Por fim afirmou que amanhã estará sendo atualizando o decreto de Caraá de acordo com as decisões tomadas em conjunto com a AMLINORTE  e os protocolos de distanciamento do Estado. Todas as informações serão divulgados na página oficial do município Prefeitura Municipal de Caraá”. E recomenda aos caraenses: “Sigam as orientações dos órgãos de saúde: Evitem aglomerações, lavem as mãos com frequência, usem álcool gel, usem máscara e caso apresentem algum sintoma procurem uma unidade de saúde”.

 

 

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade