Massulo está contente, mas lembra que é necessário que CCR seja autorizada a construir as alças de acesso

O prefeito Rodrigo Massulo não esconde sua alegria ao saber que Santo Antônio está no mapa de grandes investimentos como esse. “Acredito, inclusive, que nosso município é um dos que possui maior potencial e vocação para receber centros de distribuição desta envergadura, devido, principalmente, a nossa localização privilegiada. Destaco, porém, que, apesar da empresa já ter definido pela instalação deste empreendimento em Santo Antônio, a confirmação final ainda está pendente. Esta depende da obtenção, por parte da CCR, que administra a Freeway, de autorização para a construção de alças de acesso à rodovia, o que vai viabilizar o negócio em definitivo. Mas, de acordo com a última reunião realizada na CCR, o desfecho deverá ser positivo”, ressalta Massulo.

IMPOSTOS
Rodrigo Massulo salienta que ainda não há como mensurar exatamente o impacto neste sentido. “Mas não há dúvidas que, caso se confirme a vinda deste empreendimento, a arrecadação de Santo Antônio vai ser incrementada de forma substancial. Sem contar a geração de empregos, diretos e indiretos, algo que também faz com que os recursos financeiros circulem mais, movimentando e desenvolvendo a economia local”.
PODE SER O MAIOR INVESTIMENTO
Sempre cauteloso porque o negócio ainda não está totalmente consolidado pelas razões expostas acima, o prefeito concorda que “em termos privados e se efetivamente confirmado o investimento, sim. Mas não precisamos ficar apenas no âmbito de nosso município. Em termos de centros de distribuição, esse empreendimento tem potencial para ser o maior do estado do Rio Grande do Sul”.

PREFEITURA
Indagado sobre em que a prefeitura contribuirá para a instalação da empresa, que como foi dito pelo ex-prefeito Zezo e pela própria direção da Empresa, será instalada com recursos da iniciativa privada, o prefeito municipal disse que a prefeitura vem contribuindo desde o início deste processo, sugerindo corretores e locais de possível instalação, por exemplo. “Também intermediamos reuniões com a CCR e com o Senador Luis Carlos Heinze, das quais participaram a secretária do Planejamento, Katiane Costa, e o ex-prefeito Zezo. Destaco ainda que estamos fazendo tudo que está ao nosso alcance para tentar dar maior celeridade ao processo de obtenção das autorizações necessárias à CCR para a concretização deste investimento. Enfim, estamos à disposição para oferecer o necessário para que esse negócio possa se tornar realidade, sempre dentro da legalidade, obviamente”, conclui Rodrigo Gomes Massulo.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade