Gravataí realiza a 12ª Conferência Municipal de Assistência Social

Foi realizada, hoje, a 12ª Conferência Municipal de Assistência Social de Gravataí. A iniciativa, promovida pela  Secretaria Municipal da Família, Cidadania e Assistência Social (SMFCAS), junto ao Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), teve como tema “Assistência Social: Direito do povo e dever do estado com financiamento público para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social”. O encontro ocorreu, on-line, pelo Facebook (vídeo disponível abaixo), e, presencialmente, na sede do Sindilojas. A conferência teve como principal objetivo debater as políticas de assistência social e o aprimoramento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

Presente no evento, o prefeito Zaffa ressaltou que todas as ações do seu governo são pautadas pela importância que possuem para a sociedade. “Como governante, em cada gesto, me pergunto: o que isso melhorará na vida das pessoas? É essa a resposta que me move e faz com que eu tenha a dimensão da força do movimento que terei que fazer para cumprir o meu maior objetivo, que é transformar a vida das pessoas para melhor”, disse.

Zaffa ainda ressaltou que tem se empenhado em transformar contrapartidas de grandes empreendimentos em melhorias para as regiões em que estarão inseridos. “Estamos realizando obras nas vilas Tom Jobim e Afonso Arinos. Lá, estamos retirando esgoto in natura de dentro dos pátios das pessoas, dando mais qualidade de vida e saúde para aquela comunidade. Isso é possível porque temos empreendimentos que geram economia, com o retorno dos impostos e, assim, atendemos aqueles que mais precisam. Tenho certeza que isso é serviço social, serviço voltado para a sociedade”, comentou o prefeito.

A diretora do Fórum de Gravataí, juíza Valéria Willhelm, presente, também, na cerimônia de abertura, disse estar “muito orgulhosa de ver uma prefeitura trabalhando e preocupada com o usuário”. Ela comentou que a organização da conferência demonstrou que dezenas de pessoas, tanto presencialmente quanto de modo virtual, estavam trabalhando em prol do mesmo objetivo, que é o de contribuir com o próximo. “Com este contato, esta conversa, que teremos aqui na conferência, construiremos entendimentos para diminuir e resolver conflitos, diminuindo, inclusive, a intervenção do poder judiciário nesse processo”, destacou.

Sobre o evento
De acordo com a SMFCAS, por conta do distanciamento social, as vagas ficaram limitadas e todas já foram preenchidas por representantes da sociedade civil, previamente, selecionados durante o período de pré-conferência, e pelos representantes governamentais indicados pela gestão. A conferência, também, contou com representantes do governo municipal, de organizações não governamentais (ONGs), ligadas à assistência social no município, Ministério Público e demais convidados dos órgãos de defesa e garantia de direitos.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade