Gravataí na mira do Tecnosinos para instalação de incubadora tecnológica

O prefeito Luiz Zaffalon, acompanhado pela secretária Municipal de Inovação, Ciência e Tecnologia, Selma Fraga, recebeu a diretora de inovação da Unisinos e CEO do Tecnosinos, Susana Kakuta, para tratar da participação de Gravataí no projeto Programa +Startups – o termo em inglês usado para definir empresas que ainda são jovens ou recém-criadas e apresentam grandes possibilidades de crescimento. Neste contexto, Gravataí seria o segundo município a receber a iniciativa. A primeira unidade vai ser instalada em Esteio.

A iniciativa tem como objetivo fomentar o desenvolvimento dessas empresas em todo o Rio Grande do Sul e oportunizar aos municípios escolhidos a inserção na economia do conhecimento, como opção à economia local, possibilitando a participação de empresas de base tecnológica, sediadas nas cidades parceiras, no programa de incubação da Unitec (Unidade de Inovação e Tecnologia), incubadora do Parque Tecnológico São Leopoldo (Tecnosinos). Além disso, visa promover a retenção de jovens talentos na região. Para ter uma incubadora local da Rede Unitec, a Prefeitura precisará disponibilizar um espaço físico com cerca de 300 metros quadrados, equipado com internet. Além disso, deverá realizar um edital de chamamento, com uma banca avaliadora para a escolha das dez primeiras startups participantes.

Vocação do município é prioridade

A iniciativa, em Gravataí, deverá ter foco na vocação do município nas áreas automotiva e de logística. “Gravataí, por conta do seu potencial econômico e tecnológico, foi uma das escolhidas pelo Tecnosinos para a apresentação do projeto e, com certeza, temos muito interesse e vamos fazer todo o possível para ser um polo tecnológico. Se preciso for, buscaremos inclusive parceiros para tornar viável essa oportunidade”, disse o prefeito Zaffalon.

O Tecnosinos, por sua vez, oferece toda a estrutura de aprendizado, base tecnológica e supervisão do trabalho das startups. A parceria vai promover o empreendedorismo inovador e acelerar o desenvolvimento regional através de negócios de alto valor agregado. “Em Gravataí, nossa incubadora trará uma janela de oportunidades para novos empreendedores da área de inovação e para jovens talentos. A partir da criação de startups estaremos contribuindo para um novo tipo de desenvolvimento para o município, baseado na economia do conhecimento, e que trará importante agregação de valor as competências do município, como por exemplo nas aplicações em logística, indústria 4.0, microeletrônica, automotivo, entre outros”, ressaltou Susana Kakuta.

Para a secretária Selma Fraga a vinda de um polo tecnológico como Tecnosinos para Gravataí marca o posicionamento da administração municipal no incentivo a novos negócios e na geração de mais empregos. “Trata-se de um avanço na aceleração na área da inovação e tecnologia. Uma conquista relevante, que impulsiona e reitera a importância do empreendedorismo e da nossa capacidade enquanto polo de tecnologia, que buscará reconhecimento internacional para Gravataí”, comentou Selma. Participaram também do encontro a assessora técnica do Tecnosinos, Sandra Schäffer, e o consultor voluntário Paulo Renato Ardendhi.

Sobre o Programa +Startups

Lançado em outubro de 2020, o Programa +Startups: Rede Unitec de Incubadoras Locais desenvolve uma modalidade de incubação híbrida, que é direcionada a agentes externos, como prefeituras e polos setoriais, que estejam interessados em alavancar o desenvolvimento regional ou local através do surgimento e maturação de novas empresas de base tecnológica. Nessas novas unidades, a Unisinos também poderá disponibilizar outros serviços de educação, como por exemplo, polos de educação a distância, cursos de extensão e projetos corporativos.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade