Gravataí está entre os cinco melhores municípios gaúchos para investir, aponta estudo

Gravataí está entre os cinco municípios gaúchos que oferecem as melhores condições para novos empreendimentos, conforme o ranking geral do Índice de Cidades Empreendedoras (ICE) edição 2020. O ICE analisou e ranqueou as 100 cidades mais populosas do país em sete dimensões – ambiente regulatório, infraestrutura, mercado, acesso a capital, inovação, capital humano e cultura empreendedora – para descobrir quais são as cidades com melhores condições para empreender no Brasil.

Entre os mais de 5,5 mil municípios brasileiros, Gravataí ocupa a 51ª posição no ranking nacional. Os demais municípios gaúchos mais bem colocados são, pela ordem, Porto Alegre, Canoas, Caxias do Sul e Santa Maria. Gravataí destaca-se ao aparecer em primeiro lugar no item ambiente regulatório, evidenciando a postura de cidade amiga dos empreendedores adotada pela atual gestão e pelas administrações 2013/2016 e 2017/2020.

Recentemente, preocupada em recepcionar de maneira ainda mais proativa este setor de modernização, foi instituída a Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia (SMCT).

Outro desempenho de destaque de Gravataí se dá em um dos quesitos de avaliação mais importantes, que é a cultura empreendedora, com nota 5,39, praticamente o mesmo índice do primeiro lugar, Caxias do Sul, com 5,89. Com relação à infraestrutura, Gravataí atingiu nota 5,64, enquanto Porto Alegre, que lidera nesse item, obteve pontuação de 6,06.

O estudo leva em consideração cada um dos sete determinantes apresentados no relatório. O resultado é um instrumento de avaliação voltado para gestores públicos e organizações de apoio interessadas em gerar impactos na economia a partir do fomento à atividade empreendedora. Também serve de referência para empreendedores que queiram expandir seus negócios e para a mídia, que busca análises e dados qualificados.

O FILÃO DA LOGÍSTICA

“Por sua capacidade de resposta no acolhimento de novas empresas, com processos de licenciamento mais ágeis, Gravataí tornou-se um polo de atração para novos empreendimentos”, observa o prefeito Luiz Zaffalon, que, quando secretário, encaminhou boa parte dos novos investimentos que aportaram em Gravataí. Foram mais de R$ 2 bilhões em oito anos com a chegada de novos empreendimentos, especialmente na área de logística. “Estamos orgulhosos com esse resultado, mas ainda há muito que melhorar, e estamos trabalhando para isso”, afirma Zaffalon.

Quando em maio de 2014 a Global Logistic Properties (GLP), companhia que atua no desenvolvimento de parques logísticos, inaugurou a unidade de Gravataí como resultado da política de atração de novos empreendimentos da Prefeitura, estava aberto o caminho para outros gigantes. Em efeito cascata, novos investidores começaram a chegar. Um desses foi a chinesa YAPP Automotive Systems, a maior fábrica de tanques plásticos para veículos automotivos da China, em julho de 2019, com investimento de R$ 80 milhões e a geração de mais de 100 empregos diretos.

“Se queremos preparar a cidade para a economia 4.0, ou 4ª Revolução Industrial, temos de estar conectados com esse novo mundo, conjugando estratégia, inteligência e tecnologia de ponta”, reitera o prefeito Zaffalon.

“Temos de nos habituar com expressões como ‘big data’ e ‘E-commerce’, porque essa é a linguagem do futuro. Pensar diferente disso é se excluir do processo de modernização, e a Prefeitura de Gravataí vai trabalhar de forma conectada aos novos tempos”, finaliza o prefeito.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade