Gravataí deve adotar medidas definidas pela bandeira laranja

Nesta semana, Gravataí passa a adotar as regras da bandeira laranja do Sistema Estadual de Distanciamento Controlado do Rio Grande do Sul. Isso porque, o prefeito Luiz Zaffalon, assinou na tarde de sábado, 9, o Plano de Cogestão Regional, juntamente com outros quatro prefeitos dos municípios que integram a região 10 (R10) do mapa definido pelo governo estadual para o monitoramento da pandemia do Coronavírus. O encontro ocorreu na Prefeitura de Porto Alegre. Por conta disso, um novo decreto está sendo elaborado pelos técnicos da Secretaria Municipal da Saúde.

Segundo o prefeito, com este documento assinado pelos executivos municipais da R10 e protocolado no Estado busca-se uma maior flexibilização das atividades econômicas, mas com o reforço da fiscalização. “Queremos gerir saúde e economia de forma a proteger todos, melhorando as condições de quem precisa trabalhar. Faremos uma fiscalização mais rígida das aglomerações desnecessárias. Entendemos que empresários e a sociedade como um todo já possuem a expertise da maneira correta de agir para preservar as vidas, os seus negócios e os empregos”, afirma Zaffalon.

O secretário municipal da Saúde, Régis Fonseca, que esteve na reunião neste sábado, juntamente com o prefeito e a Procuradora-Geral de Gravataí Samanta Soares, destaca que este pedido de abrandamento da bandeira vermelha para a laranja é possível, principalmente, por conta das condições que o sistema de saúde, incluindo o percentual de ocupação dos leitos de UTI na R10 estão apresentados neste momento. “Porém, é preciso ficar claro que protocolos sanitários e de distanciamento social mais rígidos são fundamentais para que consigamos manter esse cenário.”

Além de Zaffalon, assinaram o documento os prefeitos Miki Breier (Cachoeirinha), Sebastião Melo (Porto Alegre), Valdir Bonatto (Viamão) e Paulo Corrêa (Glorinha). Embora não tenha enviado nenhum representante a reunião o município de Alvorada confirmou ao prefeito Melo, sua adesão ao plano. A Cogestão Regional é um plano estruturado de prevenção e enfrentamento, que permite a adoção de protocolos de uma bandeira imediatamente anterior. Assim, um município na bandeira vermelha, por exemplo, poderá adotar as regras sanitários da bandeira laranja, como é o caso de Gravataí.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade