Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais recebe Medalha da 55ª Legislatura na Assembleia

Entrega foi feita pela deputada e proponente da homenagem, Patrícia Alba (MDB), ao presidente da FIERGS e do conselho curador da Fundação, Gilberto Porcello Petry

Criada há 18 anos com o objetivo de envolver as indústrias e o empresariado gaúcho em ações de solidariedade, a Fundação Gaúcha de Bancos Sociais da FIERGS foi condecorada com a Medalha da 55ª Legislatura da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (12). A entrega da honraria foi realizada pela deputada estadual e proponente do ato, Patrícia Alba (MDB), ao presidente da FIERGS e do conselho curador da Fundação, Gilberto Porcello Petry, na presença do presidente do Parlamento, deputado Gabriel Souza (MDB), deputados, diretores e demais autoridades.

Segundo a deputada Patrícia, a homenagem tem o objetivo de reforçar o papel do braço de solidariedade da FIERGS, bem como de ONGs e associações que não estão medindo esforços para atenuar um dos principais efeitos da pandemia: o aumento das desigualdades.

“Diante desta pandemia que se alastrou na realidade de todas as famílias, elevando os indicadores de vulnerabilidade social, pobreza e fome, felizmente contamos com organizações dispostas e estruturadas para fazer o bem aos que mais necessitam”, justifica Patrícia.

Criada em 6 de dezembro de 2003 pela FIERGS, a Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais repassa a mais de 400 entidades que possuem função social produtos perfeitamente utilizáveis, como computadores, livros, materiais de construção, medicamentos, peças de vestuários, entre outros. Além disso, oferece cursos de iniciação e qualificação profissional e de técnicas de gestão empresarial.

“Hoje, o SESI e o SENAI formam o maior sistema privado de inclusão e promoção social do país e do mundo. Já formamos no Brasil mais de 75 milhões de trabalhadores, gente que estudou graciosamente. Essa é a função da indústria. A medalha que hoje a Fundação recebe significa um novo estímulo para que novas empresas se juntem a esta iniciativa, e nós possamos fazer mais”, conclama o presidente Petry.

Estímulos ao setor industrial
Durante a sua fala, a deputada Patrícia também defendeu a necessidade de repensar sobre o tamanho e a modernização do Estado, considerando que este ainda penaliza os trabalhadores e empresários gaúchos com a alta carga tributária. Aliás, a parlamentar tem se posicionado favoravelmente a uma “verdadeira reforma tributária” desde dezembro, quando assumiu uma cadeira no Parlamento Gaúcho.

“As nossas indústrias são estratégicas para a retomada da economia e necessitam de um ambiente de negócios mais competitivo e com redução e simplificação tributária. Da mesma forma como ocorre com as empresas, o cidadão gaúcho que perdeu ou tem o seu emprego ameaçado na pandemia não tolera mais pagar caro o pão, o leite, a gasolina, a energia e os demais itens de consumo”, comenta Patrícia.

Assembleia como parceira do Banco de Alimentos
Em seu pronunciamento, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gabriel Souza (MDB), saudou a iniciativa e convidou a deputada Patrícia Alba para liderar a construção de uma parceria entre o Parlamento Gaúcho e a FIERGS, no intuito de fortalecer o trabalho da Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais.

Também compareceram no ato o vice-presidente da FIERGS e titular do Sindicato dos Farmacêuticos do Rio Grande do Sul, Thomaz Nunnenkamp; o diretor-geral do Sistema FIERGS, Carlos Heitor Zuanazzi; o advogado e consultor da FIERGS junto à Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais, Sr. Marcino Fernandes Rodrigues Júnior; entre outras autoridades.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade