Fé e solidariedade na essência da celebração de Corpus Christi

Igrejas católicas promoveram missas festivas, procissões e a tradicional confecção de tapetes

Priscila Milán

As igrejas católicas tiveram uma programação especial nesta quinta-feira (16/6) para a celebração de Corpus Christi. A tradicional confecção de tapetes com serragem, terra, erva-mate e outros insumos mobilizou as comunidades antes da realização das missas festivas. Na Paróquia Nossa Senhora dos Anjos, os gravataienses começaram os trabalhos pela manhã e à tarde participaram da missa, celebrada pelos padres Léo Hastenteufel e Amadeu Gomes Canellas. Após a cerimônia, ocorreu a procissão e benção do Santíssimo Sacramento. Desta vez, além de temas religiosos, vários tapetes tiveram como inspiração os 250 anos da Matriz.

Na Paróquia São Vicente de Paulo, em Cachoeirinha, as atividades começaram na noite de quarta-feira (15/6), com uma missa seguida de período para a adoração. A produção dos tapetes em um longo trecho da Rua Papa João XXIII e entorno da igreja iniciou cedo, por volta das 4h de quinta. Ainda pela manhã, o padre José Antônio Heinzmann conduziu a missa solene. Em frente ao altar foram colocados alimentos, roupas e outras doações da população. Os donativos serão distribuídos para famílias carentes.

A reflexão proposta aos católicos, neste feriado, foi baseada numa passagem bíblica do Livro de João: “Eu sou o pão vivo descido do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente”. As paróquias explicam que esta festa cristã oportuniza à comunidade manifestar a fé na presença real de Cristo na Eucaristia, na qual “o Senhor continua vivo e operante”. Como um dos principais ensinamentos de Jesus foi a doação, o viver para os outros, ações solidárias também foram estimuladas durante as comemorações.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade