Escritora e poetisa Iolanda Rosa é patrona da 11ª Feira do Livro

No último sábado (05), o prefeito Rodrigo Massulo, a secretária da Educação, Josélia Fraga, e o secretária da Cultura, Cristiano Quevedo, realizaram o convite à senhora Iolanda Maria Britto Rosa para ocupar a posição de patrona da 11ª Feira do Livro de Santo Antônio da Patrulha, que aceitou de forma extremamente carinhosa ao lado de sua família.
A escritora e poetisa Iolanda Rosa nasceu em Santo Antônio da Patrulha no dia 26 de outubro de 1929, na Cidade Alta. Entrou no então Grupo Escolar, atual Gregória de Mendonça, fazendo parte do primeiro grupo de alunos. Iolanda estudou também no Colégio São José, em São Leopoldo, onde iniciou o curso normal, terminando o mesmo no Instituto de Educação Flores da Cunha, em Porto Alegre.

QUEM É A PATRONA

Formada como professora, casou-se com Nercy Rosa e se mudou para onde vive até hoje, um lar cheio de música e alegria no Bairro Pitangueiras. De sua união nasceram cinco filhos e hoje tem 14 netos e 8 bisnetos.
Nossa homenageada iniciou sua vida profissional no Grupo Escolar Padre Reus em 1952 e foi lá que se aposentou com 30 anos de magistério, sendo 10 anos diretora da escola que chamava de “segundo lar”. É de sua autoria a letra dos hinos da Escola Estadual Padre Reus e da Escola Municipal Nercy Rosa, sendo ambas as melodias de autoria de sua filha Maria Tereza, professora de música.
Aqui viveu sua vida participando de muitos movimentos sociais, comunitários e religiosos. Sempre gostou muito de escrever, tendo participações no Raizinhas e em diversas edições do Poesia na Praça, onde pôde, através de seus versos, contar um pouco da história de sua família. É membro e sócia-fundadora do Instituto Histórico Patrulhense e do Grêmio Literário.

ROMÂNTICA SEMPRE

“Ainda hoje gosto de, à tardinha, sonhar… sentada no mesmo banco, no mesmo jardim, à sombra do jacarandá que plantei há 70 anos, para ver meu povo passar, me acenando, me cumprimentando… E eu retribuo com orgulho, sabendo que faço parte da história desta terra, desta cidade. Santo Antônio é minha terra, Cidade Alta meus encantos, Pitangueiras meus amores”, escreveu dona Iolanda.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade