Dom João Becker abre mais dez leitos de UTI COVID

A Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre ampliou, na sexta-feira (26/2), a sua estrutura de atendimento exclusivo para Covid-19. Os 90 leitos em Unidade de Terapia Intensiva Covid disponibilizados pela instituição no auge da pandemia do ano passado, foram reativados. Até então, a demanda de pacientes graves vinha sendo atendida em 58 leitos de UTI Covid. Já os leitos clínicos de internação Covid, que na segunda-feira já estavam em 120 posições disponíveis, hoje são 168, o maior número desde o início da pandemia.

No Hospital Dom João Becker, em Gravataí, também foram ampliados os leitos de UTI Covid, passando de 10 para 20 posições. Ao todo, o hospital de Gravataí passa a contar com 54 leitos destinados ao tratamento da doença (34 leitos clínicos e 20 leitos de UTI). “Estamos vivendo o pior cenário da pandemia aqui no Estado. Por isso, qualquer esforço extra e iniciativa é válida para atender a perspectiva de dias ainda mais desafiadores para os profissionais de saúde em Gravataí e em todo o Rio Grande do Sul”, afirma o superintendente do Hospital Dom João Becker, Dr. Antônio Weston.

Ao todo, a Santa Casa dispõe para a sociedade atualmente 110 leitos de UTI Covid e 237 leitos clínicos de internação Covid, considerando os hospitais que integram a Santa Casa, em Porto Alegre, o Hospital Dom João Becker e o Hospital Santo Antônio da Patrulha.

Pessoas que necessitarem de orientações relacionadas à Covid-19 podem fazer uso da teleorientação disponível no site da Santa Casa, em https://telemedicina.santacasa.org.br/, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h. O serviço está disponível a todas as pessoas, sem custo, sendo uma maneira de contribuir para o desafogamento das emergências da instituição, que se encontram com o atendimento restrito devido à superlotação de pacientes.

A fim de não gerar a desassistência aos pacientes que sofrem de outros problemas de saúde, a instituição vem mantendo, por enquanto, a sua agenda de consultas eletivas.
Também estão mantidos os procedimentos cirúrgicos que não podem ser adiados, além dos de urgência e emergência.

“Todos os nossos esforços estão voltados para atender à crescente demanda de pacientes Covid, sem deixar de oferecer assistência aos pacientes com outros problemas de saúde, que não podem descontinuar os seus tratamentos.

Porém, estamos atingindo rapidamente a plenitude da nossa capacidade estrutural e de pessoal, muito embora estejamos realizando atendimentos em conjunto com os preceptores e residentes da UFCSPA, a fim de ampliar a assistência aos nossos pacientes”, explica o diretor médico da santa Casa Antônio Kalil.

Diariamente, a instituição reavalia o cenário da Covid em Porto Alegre, na busca por alternativas para não gerar desassistência a nenhuma pessoa que dela necessitar. “Por isso, repetiremos incansavelmente o apelo de pedir que as pessoas se cuidem, usem máscara, higienizem as suas mãos com frequência e não participem de aglomerações”, finaliza Kalil.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade