Deputada Patrícia Alba defende a vacinação em massa em bate-papo com o setor empresarial

Em entrevista concedida a dirigentes lojistas, industriais e empresariais de Gravataí, a deputada estadual Patrícia Alba (MDB) defendeu mais robustez e celeridade do poder público para a aquisição das vacinas e imunização da população contra a Covid-19. A afirmação foi feita durante a 1ª edição do ‘Café com Negócios’, promovido em ambiente virtual pela Acigra, na manhã desta quarta-feira (3/3).

Na avaliação de Patrícia, que integra a comissão responsável por fiscalizar a aplicação das doses em todo o Rio Grande do Sul, o ritmo atual da campanha nacional de vacinação ainda traz incertezas às atividades econômicas, bem como à sociedade gaúcha.

“A nível nacional, estamos falando de apenas 3% da população imunizada. Se continuarmos nesse ritmo, vamos levar anos para atingir a imunidade coletiva. É por isso que precisamos trazer celeridade a esse processo e tornar a vacina, de fato, uma prioridade”, considera a parlamentar.
Depois de votar favorável ao projeto que autoriza o Governo do Estado a adquirir os imunizantes, na última sessão plenária da Assembleia Legislativa, a deputada alerta para a necessidade de aprovação de medidas federais.

Uma delas, por exemplo, libera estados e municípios para aplicar as doses compradas com recursos próprios. Hoje, todo e qualquer lote é subordinado e distribuído pelo Ministério da Saúde.
Patrícia também aproveitou a oportunidade para esclarecer as diretrizes do seu mandato parlamentar, o qual assumiu em dezembro do ano passado. Entre elas, estão o desenvolvimento econômico de Gravataí e região, a reforma tributária e a busca pela igualdade de gêneros nos diversos segmentos da sociedade.

“Gravataí se tornou uma referência em geração de emprego e renda, e isso, por consequência, puxa para cima os municípios da nossa região. Mas a contribuição do Estado sempre deixou a desejar. Como deputada, quero acompanhar e reivindicar todas as ações do Governo, para que situações como a que expulsou o Mercado Livre do RS não ocorram mais”, frisa.

O bate-papo foi organizado pela presidente da Acigra, Ana Cristina Pastro Pereira, e contou com a participação do vice-prefeito de Gravataí, Levi Melo; da juíza de Direito do fórum local, Valéria Wilhelm; da chefe de gabinete do prefeito, Mari Léia Bastiani; do presidente da Câmara de Vereadores, Alan Vieira; entre outras autoridades.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade