Clayton aceita proposta do Botafogo-PB, encaminha retorno e aguarda liberação da Ferroviária

O Botafogo-PB pode ganhar um reforço e tanto para este início de temporada. É que o meia Clayton, campeão paraibano pelo Belo em 2019 e maior desejo do clube para este ano, aceitou a proposta da diretoria alvinegra e só aguarda a liberação da Ferroviária, clube que detém os seus direitos, para oficializar de vez o seu retorno ao Alvinegro da Estrela Vermelha.
O jogador está aqui na cidade de Santo Antônio da Patrulha, passando férias com a família, aguardando alguma definição por parte dos clubes. Um representante do Botafogo-PB, inclusive, está em Araraquara para tratar desta negociação com a diretoria da Ferroviária. Caso tudo se concretize, Clayton chega ao Belo por empréstimo.
– Estou aguardando ainda a definição da Ferroviária, com quem tenho contrato. Tive conversas com alguns clubes, mas está bem encaminhado para voltar ao Botafogo-PB. Acertamos já os detalhes e não vejo a hora de vestir novamente essa camisa. Tive uma passagem muito especial por João Pessoa – revelou Clayton.
Clayton viveu o melhor momento de sua trajetória no Botafogo-PB, onde chegou no ano de 2018, na metade da Série C do Brasileiro, e ficou até setembro de 2019, quando foi vendido por R$ 1 milhão para o São Caetano, se tornando a maior transação de jogador da história do clube pessoense. Foram 52 jogos e 17 gols com a camisa do Belo em sua primeira passagem pelo time paraibano.
Enquanto não tem a sua situação definida, Clayton tem mantido a forma no interior gaúcho, acompanhado por um preparador físico. O jogador, inclusive, faz questão de não esconder a ansiedade em voltar a vestir a camisa alvinegra do Belo ainda na pré-temporada.
– Estou treinando na minha cidade neste mês de fevereiro. Quero que dê tudo certo logo para voltar a trabalhar com bola. Quero pegar ainda a pré-temporada e estar jogando o mais rápido possível. Estou ansioso para isso – finalizou.
Na última temporada, Clayton vestiu a camisa da Ferroviária no Campeonato Paulista, ainda no primeiro semestre. Sem espaço no clube paulista, o meio-campista foi emprestado para o Operário-PR, onde disputou a Série B do Brasileiro, atuando em oito jogos e marcando dois gols.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nosso canal no WhatsApp
Publicidade