Casal patrulhense fala de suas experiências em visita à Europa

O empresário Arley Barreto e esposa Josélia Fraga estiveram durante um mês em viagem de férias na Europa, visitando Portugal e Espanha.
Ambos conversaram com a FOLHA PATRULHENSE sobre as experiências obtidas com esta viagem pelo Velho Mundo. Conforme Arley, ambos têm o sonho de conhecer toda a Europa e decidiram começar a viagem por Portugal, especialmente, para compressão da nossa própria história. “Uma viagem organizada desde 2020 para celebrar a nossa união e que pode somente ser realizada em 2022”, explica o empresário, acrescentando que para a visita aos locais escolhidos, locaram um motorhome, em Portugal, conhecida como “carrinha”. Assim o casal foi conhecer o país do sul ao norte.


PRESERVAÇÃO DA HISTÓRIA
“O que mais nos chamou a atenção é a preservação da história. Diversos nomes de cidades, inclusive, são conhecidos de Santo Antônio da Patrulha, a exemplo de Barcelos, Guimarães, Braga, dentre outros. Há uma convicção no País de que preservar a sua história, a cultura, as tradições, o patrimônio material e imaterial, é o que atrai milhões de turistas, tornando Portugal um dos destinos mais procurados do mundo”.
EDUCAÇÃO E HISTÓRIA
Josélia explica que como secretária da Educação pode visitar diversos museus e equipamentos sociais de imensa importância histórica tanto em Portugal, quanto na Espanha. “Destaco por exemplo a visita a Universidade de Coimbra, fundada em 1290, considerada uma das mais antigas do mundo, o Parque Infantil Portugal dos Piquenitos, onde uma mini cidade típica portuguesa foi construída permitindo as crianças aprenderem e vivenciarem pedagogicamente sua história e cultura”.

Josélia conta que teve ainda, uma agenda no Centro de Inovação Tecnológica em Aveiro, onde se desenvolvem as plataformas educacionais disponibilizadas aos professores e estudantes de Portugal. “Na oportunidade, conheci todo o sistema de ensino da região e observei os avanços educacionais existentes. Destaca-se o pleno acesso as tecnologias na rotina cotidiana dos professores para o planejamento de suas aulas, o estudo do meio local, e a consolidação das escolas bilíngues desde os anos iniciais. Portugal e Espanha possuem diversos parques naturais, museus de ciência natural e belas artes, oceanários e muitos castelos e monumentos. Todos estes espaços são abertos aos estudantes possibilitando o conhecimento e compreensão dos contextos social e histórico que constituíram estes países”.
MEDO DA VIOLÊNCIA NO BRASIL
Arley relata que ambos puderam perceber em contato com diversas pessoas pertencentes a todas as partes do mundo, o carinho, encantamento e a admiração que possuem pelo Brasil. “Contudo, em todas as conversas que tivemos, as pessoas sentem-se inseguras em visitar o Brasil em razão das notícias referentes a situação de muita violência existente aqui. Falam inclusive dos furtos, roubos e assassinatos que lá são noticiados”.
IDENTIFICAÇÃO HISTÓRICA
Ambos relatam também que diversas cidades que visitaram, especialmente em Portugal, lembram muito a cidade alta de Santo Antônio da Patrulha, “o que nos faz associar a importância da preservação, embelezamento da cidade para atrair as pessoas que se identificam com nossas raízes. Há uma necessidade de nos apropriarmos cada vez mais da nossa história, folclore e tradições”.
E nesse aspecto – relata Josélia – a Educação tem papel determinante em disseminar essa cultura. Além disso, a questão de ampliar o idioma estrangeiro nas escolas passa ser também fundamental. Espanhol e Inglês são determinantes para assegurar o desenvolvimento da cidade”. Explica a secretária que ainda as questões ligadas a natureza, e as peregrinações religiosas são elementos que possuem imenso potencial turístico para Santo Antônio da Patrulha. “O Caminho Gaúcho de Santiago, o santuário de Nossa Senhora das Lágrimas, por exemplo, cada vez mais deve ser trabalhado e apropriado pelos patrulhenses. Ficamos impressionados em acompanhar as peregrinações ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima e Santiago de Compostela. São milhões de peregrinos que fazem estes caminhos. Foi muito emocionante acompanhar estes momentos”.
VIAJAR, O MELHOR INVESTIMENTO
Por fim, Arley e Josélia dizem que no entendimento de ambos, “viajar é com certeza um dos melhores investimentos que fizemos à nós mesmos”.
“Impossível viajar a estes lugares e não voltar diferente. Conhecer novas culturas, vivenciar realidades diferentes, conversar com pessoas de diferentes países, aprender sua história é uma rica oportunidade para crescermos como seres humanos e contribuir na transformação da nossa realidade. Portugal é um país pequeno, seguro, muito bonito e a sua rica história é um livro a céu aberto que precisa ser vivenciado pelos brasileiros. Espanha é desenvolvida, o segundo país mais visitado na Europa, perdendo somente para a França. Sua rica malha rodoviária é impressionante. Dois oceanos, Atlântico e Mediterrâneo, cidades muito charmosas e bem cuidadas, monumentos impressionantes, castelos preservados e utilizados ainda na atualidade. Cidades fundadas dois séculos antes de Cristo. Enfim, viajar é um investimento para a alma. Somos fã do Amyr Klink que diz “um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de história, imagens, livros ou TV, precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu para um dia plantar suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sobre o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e, simplesmente ir ver”.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade