Autoridades se mobilizaram para proteger a população

A preocupação com a chegada do ciclone extratropical deixou em alerta, não apenas as autoridades, mas especialmente a população que ficou alarmada com o que foi anunciado.
Em Santo Antônio da Patrulha a Secretaria Municipal de Educação suspendeu, por medida de precaução, as aulas nesta terça e quarta-feira (17 e 18) e a administração municipal recomendou que escolas particulares fizessem o mesmo.
Uma reunião de emergência ocorreu na terça-feira no gabinete do prefeito Rodrigo Massulo para a adoção de medidas preventivas, em caso de agravamento da situação.
Além da suspensão das aulas, já divulgado acima, no ato, foram discutidas quais estruturas, materiais e veículos cada secretaria disponibilizaria para o melhor atendimento da população durante e após a ocorrência do evento climático. O Departamento de Habitação da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (SEPDE) disponibilizou telhas, a Secretaria de Obras, Trânsito e Segurança (SEMOT) ficou com suas máquinas em alerta e a Defesa Civil anunciou um estoque de lonas prontas para uso.
A Secretaria da Educação (SEMED) e a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (SMTDS) se comprometeram a oferecer transporte para pessoas atingidas, caso seja necessário. Em caso de desabrigados, a SMTDS manteve entendimentos com salões paroquiais e o Hospital Santo Antônio se prontificou a doar colchões para acolhimento destas pessoas. A ACISAP recomendou o fechamento dos estabelecimentos comerciais a partir das 15 horas de terça-feira (17).
As madeireiras São Lucas (99297-8848), Palmeira Materiais de Construção (99629-0569), Redemac (99938-8881 e 99989-6949) e Porto Emerim (99765-8550) mantiveram plantão para atender as demandas por material de construção das pessoas atingidas. Ainda assim, o apelo foi no sentido de que ninguém tente realizar reparos durante a passagem do ciclone.
Participaram da reunião os secretários Gerusa Silveira (SMTDS), Jorge Eloy (SEMOT) e Silvia Collar (SEMED), o coordenador da Defesa Civil, Miguel Evair Pires, o comandante do Corpo de Bombeiros, Tenente Cardoso, os representantes do Hospital Santo Antônio, Davi Fraga e Fernanda Airoldi, a coordenadora do Setor de Habitação, Tauana Espíndola da Silveira, e o Procurador-Geral do Município, Igor Oliveira.

LOCAL PARA EVENTUAIS DESABRIGADOS

Em caso de pessoas desabrigadas, em virtude dos fortes ventos dos últimos dia, a Administração Municipal disponibilizou três locais que ficaram abertos a receber essas pessoas em necessidade: sede dos Caminhoneiros e salões paroquiais das igrejas Matriz e Boa Viagem.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade