Agricultura e Meio Ambiente criam Patrulha do Mel

Através da Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente e da Emater, foi criado o projeto “Patrulha do Mel” que tem como objetivo divulgar e incentivar a meliponicultura, que é criação racional de abelhas sem ferrão no município.
Além de transmitir o conhecimento e as técnicas, o projeto também busca implantar meliponários em algumas escolas. No momento, foram selecionadas três: E.M.E.F José Telmo Martins, E.M.E.F José de Anchieta e E.M.EI Pequeno Aprendiz.
Dirceu Luiz Lopes Machado, tecnólogo em Planejamento e Gestão em Desenvolvimento Rural e diretor municipal de Expansão Rural, Alexandre Piccinini, Chefe da Emater e Márcia Santos, responsável pela Educação Ambiental, visitaram as escolas e apresentaram a ideia aos alunos e professores. Foi apresentada também a caixa didática, feita de madeira, que tem seu interior todo de vidro, nela vive uma colmeia, onde é possível observar o funcionamento e a vida das abelhas sem ferrão.
O segundo passo acontece em fevereiro, depois da volta às aulas, onde vai ser ensinado aos alunos, através de oficinas, a confecção de caixas racionais, que simulam os espaços da natureza, onde será possível capturar os enxames e transferir para os meliponários.
Todas as abelhas do projeto são nativas do Rio Grande do Sul, segundo a lista da SEMA- Secretaria Estadual do Meio Ambiente, são em torno 23 espécies catalogadas em nosso estado. Em todo Brasil, podem chegar a mais de 100 espécies. A meliponicultura por se tratar de abelhas sem ferrão, podem ter sua criação na zona rural ou urbana.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Publicidade