Supervisor comercial da CDL Porto Alegre fala sobre crédito | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Supervisor comercial da CDL Porto Alegre fala sobre crédito

Supervisor comercial da CDL Porto Alegre fala sobre crédito

Na semana passada, no tradicional Café da Manhã da ACISAP, o Supervisor comercial da CDL/Porto Alegre Diego Berzagui proferiu importante palestra sobre um tema que interessa muito ao comércio e à indústria: Descomplicando o crédito. O evento foi presidido pelo empresário Marcione dos Santos Gomes, presidente da ACISAP/CDL. Depois o palestrante visitou a Folha Patrulhense para falar sobre o assunto:
FOLHA PATRULHENSE: Sobre o tema Descomplicando o crédito, o que destacarias de mais importante?
DIEGO BERZAGUI: É preciso SIM ter uma política de crédito bem definida e escrita, impressa ou em arquivo, de fácil acesso a todos colaboradores da empresa, para que não ocorram exceção a regra. Ela deve ser colocada em prática, não pode ficar só no papel, e inclusive deve ser revista, modernizada periodicamente, pois os comportamentos de consumo também se modificam com o passar do tempo.

FOLHA: Citaste na palestra cinco pontos que podem orientar o comerciante na hora de conceder crédito a um consumidor. Gostaria que nos relatasses quais são esses pontos.
DIEGO: Gosto desse assunto, é preciso analisar os 5 C’s do crédito.
1 – caráter do individuo;
2 – capacidade de pagamento;
3 – capital existente em nome do solicitante de crédito;
4 – condições atuais do solicitante;
5 – colateral (pessoas que podem somar a renda, ou mesmo servir de garantia como fiador).

FOLHA: Num levantamento sobre a questão do crédito em Santo Antônio, ficou constatado que 30% são inadimplentes. Na tua opinião, a crise seria o principal problema, ou há outro motivo?
DIEGO: A crise impacta, pois é uma engrenagem, até boatos no mercado fazem o comportamento de consumo se alterar, segurar as economias por exemplo, mas eu daria importância a falta de políticas bem definidas e dirigidas para concessão de crédito, bem como políticas de cobrança. Um exemplo típico constatado é que a média de tempo que as empresas de Santo Antônio da Patrulha estão levando para negativar seja devedores é mais do que 6 meses. Imagine que uma pessoa que está devendo a meio ano para uma empresa está “com o nome limpo” devido à falta de aplicabilidade desta etapa, negativação do devedor no SCPC.

FOLHA: Esse percentual é considerado alto nesse levantamento?
DIEGO: Se pararmos para pensar que a cada 10 pessoas que entram nas lojas para efetuar compras, em média 3 pessoas estão com pelo menos 1 registro de dívida incluído no SCPC, temos que considerar esse dado. Esse percentual varia de cidade para cidade e a cada época do ano, alguns municípios conseguem fazer um bom trabalho de conscientização dos lojistas, que aplicam uma régua de cobrança de forma adequada, não ultrapassando 60 dias de atraso, obtendo assim, resultados muito positivos na recuperação do inadimplemento.

FOLHA: Outras considerações que queiras fazer.
DIEGO: Apresento dez dicas para implementar na sua empresa:
1 – Faça análise de crédito;
2 – Tenha um bom sistema de cadastro;
3 – Previna-se contra a inadimplência;
4 – Facilidades de pagamento, sem comprometer o seu negócio;
5 – Tenha um bom plano de cobrança;
6 – Use o crediário para estimular a retenção do cliente;
7 – Aposte em promoções;
8 – Adote cartões exclusivos;
9 – Anuncie o serviço;
10 – Gerencie os riscos.



A Falcon5M foi criada em Porto Alegre para o Brasil todo a partir da união entre as empresas W5M Comunicação e Falcon Designer, ambas com ampla experiência de 6 anos no mercado.