Denúncias levantam suspeitas sobre nova gestora do Hospital | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Denúncias levantam suspeitas sobre nova gestora do Hospital

Denúncias levantam suspeitas sobre nova gestora do Hospital

Menos de uma semana após prestar esclarecimentos na Câmara de Vereadores sobre a situação do Hospital de Santo Antônio da Patrulha e anunciar como certa a contratação da empresa Germann e Pechmann LTDA como nova gestora, o prefeito Paulo Bier foi bombardeado pelas redes sociais com uma série de denúncias colocando em xeque a legalidade da empresa.

Utilizando, especialmente o facebook, alguns patrulhenses questionaram o fato do CNPJ da gestora ter como endereço a Rua Marechal Floriano Peixoto, nº 732, em Santo Antônio da Patrulha. Informação confirmada pela reportagem da Folha, inclusive pelo secretário municipal de Obras, Antônio Selistre, em entrevista a uma rádio local.

A data de abertura da Germann e Pechmann, em 08/10/14 também causou estranheza. Segundo o próprio Prefeito, o grupo Mãe de Deus encerrou suas atividades com o Hospital três meses depois. A permanência do Grupo não foi possível, segundo ele “por não se chegar a um acordo referente a valores”.

Desta forma, para parte dos questionadores do facebook, havia o conhecimento prévio pelo Executivo da saída do Mãe de Deus, por isso a criação “antecipada” e “premeditada” da Entidade.   “Fica evidente que não houve em nenhum momento interesse da atual administração na permanecia do Mãe de Deus em SAP. Só posso entender que mais uma vez se mentiu para a população de Santo Antônio”, sugere o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Santo Antônio, Marco Bicca.

Acusações de uso de tráfico de influências; da empresa não estar constituída no local afirmado; de incompatibilidade entre o tempo de atuação no mercado (sete meses) com o número anunciado de entidades geridas (23 no Estado, incluindo o Polo Naval e o Hospital de Rio Grande), também foram levantadas por patrulhenses em suas páginas na rede.

Em contrapartida, na 15ª reunião ordinária da Câmara de Vereadores, André Randazzo dos Reis (PMDB) e João Luis Moreira, Bacana, (SDD), disseram estar atentos a todas as denúncias. Eles se comprometeram a fiscalizar o contrato com a Germann e Pechmann LTDA, inclusive solicitando uma cópia no momento da formalização entre Prefeitura e gestora. “Não vamos ignorar os apontamentos feitos por uma parcela dos patrulhenses. Nossa função é a de fiscalizar os atos da administração pública. Porém, precisamos agir com cautela, até para não afugentar esta empresa disposta a gerir a nossa instituição de saúde”, afirmou Bacana.



A Falcon5M foi criada em Porto Alegre para o Brasil todo a partir da união entre as empresas W5M Comunicação e Falcon Designer, ambas com ampla experiência de 6 anos no mercado.