Administração Municipal confere situação do hospital para atender COVID-19 | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Administração Municipal confere situação do hospital para atender COVID-19

Administração Municipal confere situação do hospital para atender COVID-19

“Estamos preparados para atender possíveis casos, inclusive graves, dentro de uma realidade estável, que só teremos com o distanciamento social”, declarou a gerente do Hospital Santa Casa Santo Antônio, Louise Chagas. Durante encontro nesta terça-feira (14), uma visita do prefeito Daiçon Maciel da Silva às instalações do hospital serviu para conferir como a instituição se preparou para receber possíveis casos da COVID-19.
Logo na entrada, uma tenda abriga a triagem, com profissionais que aferem a temperatura para fazer o encaminhamento adequado de pacientes que apresentem sintomas de Coronavírus. Para receber pacientes com sintomas, quartos isolados foram preparados e hoje, sete respiradores estão à disposição, podendo manter o paciente, até o momento de encaminhamento do mesmo à Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), se for necessário.
Acompanhado do vice-prefeito José Francisco Ferreira da Luz, do presidente do Legislativo, André Selistre, do secretário de Planejamento, Ferulio José Tedesco e de integrantes do Comitê de Enfrentamento e Prevenção ao COVID-19, o prefeito disse que o Município está captando muitos recursos da União, do Estado e também locais, via Câmara de Vereadores e comunidade para atuar durante a pandemia. “Estamos trabalhando de forma integrada desde o início, e as demandas do hospital devem ser levantadas e atendidas, como adequação de quartos que ainda precisam de reformas”, disse.
O secretário de Saúde, Charlis Santos, lembrou que a população precisa voltar a ter atendimento para outras doenças que também são perigosas. Ele comentou que em conjunto com a Secretaria de Planejamento do Município, uma “Unidade Sentinela” está sendo montado para atender especificamente casos de COVID-19, liberando as outras unidades de Saúde para tratar os pacientes que não apresentam sintomas da doença.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *