PRF flagra quase três mil condutores usando celular ao volante em apenas um dia | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

PRF flagra quase três mil condutores usando celular ao volante em apenas um dia

PRF flagra quase três mil condutores usando celular ao volante em apenas um dia

Nesta quarta-feira (29), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou em todo o país uma nova etapa das Fiscalizações Temáticas da Operação Rodovida. Com foco no uso de aparelho celular ao volante, o objetivo é alertar os condutores quanto ao risco da conduta.

Durante o mês de janeiro de 2020 foram realizadas duas fiscalizações temáticas de caráter nacional com foco no uso de celular ao volante, uma dia 15 e outra nesta quarta. Embora o número de abordagens seja semelhante, 9.213 na primeira e 9.665 na segunda, a diferença no número de flagrantes é significativa; foram 1.712 autuações no dia 15 contra 2.925 no dia 29, um aumento de 70%, sendo que ambas fiscalizações ocorreram em quartas-feiras.

O uso de aparelhos celulares ao volante gera um grande risco e é constante alvo de campanhas de combate à violência no trânsito. A evolução da tecnologia amplia as funcionalidades do aparelho e o número de vezes que o celular é usado, inclusive enquanto se dirige. Um instante de desatenção na condução do veículo é o suficiente para se colocar em uma situação irreversível que pode valer uma vida.

O perigo não é só para manusear o telefone enquanto se dirige, também é conduta de risco falar ao celular no volante, mesmo que por fones de ouvido ou na função viva-voz, pois há perda de noção auditiva do ambiente e consequente queda no alerta quanto aos outros veículos, pedestres, limitações da via, veículos de emergência e demais elementos que compõem o trânsito.

É importante lembrar que é permitido o uso de aplicativos de GPS ou similares, desde que o aparelho esteja obrigatoriamente fixado em um suporte localizado no para-brisa ou no painel do veículo. As condutas relacionadas ao uso de celular ao volante se aplicam mesmo que o veículo esteja parado no semáforo.

Fonte: Imprensa/PRF



Profissional atuando há 50 anos no jornalismo.